sábado, 28 de novembro de 2020

Em Itaporanga (PB), Mutirão Previdenciário deixa mais de 100 processos prontos para sentença

Mais de 100 audiências de instrução já foram realizadas durante um esforço concentrado previdenciário que se encerrou na sexta-feira (27), organizado pela 1ª Vara da Comarca de Itaporanga. De acordo com a juíza titular, Francisca Brena Camelo Brito, praticamente todos os processos tiveram a instrução concluída e estão prontos para sentença.

O evento, iniciado na última segunda-feira (23), teve a participação de procuradores do INSS, juíza, advogados, partes e testemunhas, e ocorreu de forma remota na maioria dos casos, sendo realizado de maneira semipresencial apenas quando partes e testemunhas não possuíam condições tecnológicas de participar do ato virtualmente, dirigindo-se, assim, ao Fórum.

“Apesar das limitações causadas pela pandemia, o uso da tecnologia tem sido salutar e essencial na condução dos trabalhos jurisdicionais. No presente mutirão, foi possível a realização de mais de 100 audiências, observando-se o respeito aos protocolos sanitários. Os advogados se mostraram bastante satisfeitos e mais adaptados à nova circunstância, reconhecendo, cada vez mais, as vantagens da realização de atos mediante sistema de videoconferência”, avaliou a magistrada.

A juíza informou, também, que a migração dos processos físicos criminais para o PJe segue a passos largos na 1ª Vara de Itaporanga, que já se encontra com mais 90% do acervo integralmente virtual.

Para o chefe de cartório da unidade, Francisco Telécio Lacerda, o mutirão deu um impulso considerável na tramitação dos processos. “São ações ordinárias que demandam mais tempo, mas, conseguimos que elas ficassem maduras para sentença. Temos 65 perícias agendadas. Nos últimos dois meses, houve a realização de 200 perícias, em ações do INSS e do Seguro DPvat”, disse. 

*Por Gabriela Parente/Gecom–TJPB/DICOM-Diretoria de Comunicação Institucional

oblogdepianco.com.br