terça-feira, 15 de setembro de 2020

Setembro Amarelo: Campanha de prevenção ao suicídio é intensificada na pandemia

Vânia Besse
Assessoria de Comunicação da LBV

O dia 10 de setembro, Dia Mundial para Prevenção do Suicídio, é uma data para lembrar a importância de falar, esclarecer, conscientizar e estimular o diálogo a respeito do tema, além de promover ações efetivas na prevenção ao suicídio. Monumentos e prédios no mundo inteiro iluminam-se na cor amarela neste mês de setembro, num gesto de apoio à campanha Setembro Amarelo, iniciativa mundial que visa alertar e sensibilizar a população a respeito do suicídio e suas formas de prevenção. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no mundo, são registrados, todos os anos, aproximadamente 1 milhão de casos de óbitos por suicídio e, no Brasil, cerca de 12 mil. O número é bem maior por causa da subnotificação, que ainda é uma realidade. Em todo o mundo, ocorre uma morte a cada 40 segundos, e quase 100% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e do abuso de substâncias.

Com a pandemia, cresce o alerta. Em maio deste ano, a Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou o “Resumo de políticas sobre a Covid-19 e a saúde mental”. Os relatórios indicaram um aumento nos sintomas de depressão e ansiedade em vários países, e a ONU destacou a necessidade de aumentar urgentemente o investimento em serviços de saúde mental. Pesquisas também têm apontado que o medo de contágio pelo novo coronavírus, o isolamento social, a separação de pessoas queridas, o desemprego, a perda de renda ou de membros da família, entre outros fatores, corroboram para o aumento dos transtornos mentais, acarretando abalos psicológicos para muitas pessoas em todo o mundo. 

Para contribuir na sensibilização da temática, a Legião da Boa Vontade realiza, no decorrer de todo o mês de setembro, assistência por telefone com os pais, responsáveis e idosos, assistidos pelos serviços da Instituição. A psicóloga da entidade, Luciane Borges, esclarece como tem sido o atendimento psicológico e social com os assistidos. "Em um momento, ainda mais desafiador, a LBV nos proporciona realizar um trabalho tão significativo, a ponto de agregar sentido à vida dos nossos atendidos, e esse é o melhor resultado, é o que nos faz psicólogos e profissionais realizados".

A LBV, há 70 anos, trabalha pela valorização do ser humano, promovendo ações que enaltecem o Amor e o respeito à vida. O assunto é abordado por meio de diversas atividades, tais como palestras, fóruns e entrevistas com especialistas, com o objetivo de sensibilizar os atendidos e a população em geral. 

ODS 
A boa saúde mental é fundamental para o bem-estar de todas as pessoas e da sociedade como um todo. Por isso, vale lembrar que o terceiro dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), “Saúde e bem-estar”, visa assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, independentemente da idade. Os ODS foram estabelecidos pela ONU e fazem parte de uma agenda global adotada em 2015 por chefes de Estado e de Governo e altos representantes de países do mundo todo, os quais se comprometeram a alcançar o desenvolvimento sustentável nas suas três dimensões — econômica, social e ambiental — de forma equilibrada e integrada até 2030.​ 

As informações contidas nesta mensagem são confidenciais, portanto, protegidas pelo sigilo legal. A divulgação, distribuição, reprodução ou qualquer forma de utilização do teor deste documento depende de autorização da LBV, sujeitando-se o infrator às sanções legais. O emissor desta mensagem utiliza o recurso somente no exercício do seu trabalho ou em razão dele, eximindo-se a LBV de qualquer responsabilidade por utilização indevida ou pessoal.

oblogdepianco.com.br