www.oblogdepianco.com.br

segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Leis aprovadas na ALPB asseguram benefícios e incentivam doadores de sangue

(Imagem/reprodução)
A
engenheira de produção, Leila Viana, nunca passou pela angústia de necessitar de sangue e não ter disponível no Hemocentro. Também não conhece ninguém que passou por essa situação. Mas, sabe o quanto um composto hematológico pode ser primordial na luta pela vida de uma pessoa. Por isso, há 12 anos, faz questão de doar sangue, pelo menos, a cada seis meses.

“Doar sangue não é apenas um ato solidário. É um ato responsável e de cuidado com o próximo. As pessoas precisam se conscientizar que muita gente necessita desse apoio. Quando faço minha doação, tenho a certeza que estou fazendo o bem e, se um dia eu precisar, alguém vai doar para mim”, declarou Leila.

Ela faz parte do percentual de 1,6% de doadores de sangue no Brasil. Isso quer dizer que apenas 16, de cada mil brasileiros, doam sangue regularmente. Na Paraíba esse número é ainda menor. De acordo com o Hemocentro, a Paraíba registrou uma quadra vertiginosa nas doações, desde o início da pandemia do Coronavírus no país. Em alguns momentos, chegou a quase zerar o estoque.

Na última quarta (25), comemorou-se o Dia Nacional do Doador de Sangue. Para incentivar o hábito de doar sangue no Estado, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) vem, ao longo dos anos, propondo projetos, transformados em leis, para beneficiar os doadores. Uma das leis estaduais mais recentes é a 11.800, que torna ainda mais segura a doação de sangue em tempos de pandemia. A iniciativa, em vigor desde o dia 24 de setembro deste ano, torna obrigatório o teste de detecção da covid-19 nos doadores de plasma da Paraíba.

Já a lei 11.755 prevê diversos benefícios para quem se tornar doador de plasma sanguíneo como recuperado da Covid-19. O objetivo é incentivar as pessoas recuperadas da doença, causada pelo coronavírus, a doar o plasma, que pode ajudar no tratamento de outros pacientes.

Os benefícios previstos pela lei são a concessão do certificado “Amigo da Saúde”; a gratuidade na inscrição em concursos realizados pelas administrações direta e indireta dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário do estado da Paraíba, desde que o candidato tenha feito três doações de plasma nos últimos 12 meses; e a meia-entrada em eventos culturais ou esportivos, subsidiados com recursos públicos, no Estado da Paraíba, pelo período de 12 meses, a contar da última doação.

Em abril deste ano, a ALPB realizou também uma campanha educativa para incentivar a doação de sangue no Estado. A ação foi realizada nas redes sociais da Casa. “O objetivo foi estimular a doação de sangue nos postos de coleta espalhados pela Paraíba, por meio de campanhas de conscientização, uma vez que esse serviço essencial e importante para a sociedade paraibana não pode parar”, alertou o presidente Adriano Galdino.

Para o presidente, é urgente que a população paraibana procure os postos de coleta para efetuar a doação de sangue, visto que, durante o período de isolamento social, os bancos de sangue podem entrar em colapso por causa da ausência de doadores.

Dia Nacional do Doador de Sangue
No dia 25 de novembro de cada ano, comemora-se o Dia Nacional do Doador de Sangue. A data tem como objetivo agradecer aos doadores de sangue pela ação de doar e busca sensibilizar a população para a importância da doação.

O mês de novembro foi escolhido por preceder um período de estoques baixos nos bancos de sangue. A proximidade das férias, de datas comemorativas de fim de ano, carnaval e outros períodos de feriados prolongados torna esse dia especialmente importante para promover o ato solidário e regular da doação de sangue, independente de se conhecer ou não pacientes que necessitam de transfusão.

Quem deseja doar
Para se tornar um doador, a pessoa deve estar bem de saúde e pesar mais que 50kg. No caso de adolescentes a partir de 16 anos de idade, devem ser acompanhados pelos pais ou responsável legal. No ato da doação, é necessário levar um documento oficial com foto, estar bem alimentado, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas ou ter fumado nas últimas duas horas e deve ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior.

A doação pode ser agendada pelo site do Hemocentro (www.hemocentro.pb.gov.br/agenda) ou pelo WhatsApp (83) 3133-3473, escolhendo o dia e o horário mais apropriado para o doador. O atendimento do WhatsApp acontece das 7h até 16h, de segunda a sexta-feira.

oblogdepianco.com.br