quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Justiça Eleitoral indefere outro pedido do PT nacional para manter coligação do PSB

O desembargador Rogério Roberto Gonçalves de Abreu decidiu monocraticamente, na quarta-feira (07), indeferir novo pedido da Executiva do PT Nacional e manteve a retirada do partido na chapa dos socialistas, que tinha como candidato a vice de Ricardo Coutinho, o petista Antônio Barbosa. Este é o segundo pedido negado pela Justiça Eleitoral paraibana à direção nacional.

Na ação, o desembargador entendeu que a direção municipal do PT em João Pessoa, agiu corretamente ao se coligar com o PC do B e lançar a candidatura própria obedecendo às diretrizes da direção nacional do partido.

“Entendo que o Diretório Municipal do Partido os Trabalhadores de João Pessoa ao se coligar com o Partido Comunista do Brasil (PC do B), não descumpriu as orientações do diretório nacional, especial quando teve o cuidado e observar a política de alianças aprovada pela Comissão Executiva Nacional do PT, afirmando que o PT definiu como centro estratégico eleitoral, a construção de aliança com o PC do B, SOL, PSB, Rede, PCO e Unidade Popular. Nessa toada verifica-se também que Diretório Nacional do PT não cumpriu o trâmite estatutário para anular a deliberação tomada pelo Diretório Municipal de João Pessoa”, destacou o desembargador. 

Portanto, fica mantida a candidatura do deputado Anísio Maia a prefeito de João Pessoa e o ex-governador Ricardo Coutinho tem até esta quinta-feira (08) para indicar outra candidato a vice na sua chapa.

paraibaonline