sábado, 27 de junho de 2020

Cestas básicas para alunos da rede pública estadual chegam a Piancó; alunos já estão recebendo

O governo do Estado sancionou uma lei para assegurar o fornecimento de Cestas Básicas para alunos da rede pública estadual. Em relação à distribuição das cestas básicas, uma logística foi montada pela Secretaria da Educação para assegurar a entrega dos produtos aos alunos. “Nós vamos fazer a entrega neste mês e no próximo”, explicou o governador João Azevêdo.

Início da distribuição das Cestas em Piancó
Até então as cestas não tinham chegado até os alunos da rede estadual em Piancó, enquanto em outras regiões a distribuição já estava sendo feita. Na sexta-feira (26/06) a distribuição teve início e os alunos foram receber a cesta, contendo os seguintes produtos: Arroz (2kg), Feijão (1kg), Açúcar (1kg), Macarrão 500g (1 unid), Farinha de mandioca (1kg), Óleo 900ml (1 unidade), Leite em pó de 200g (2 unid), Fubá de 500g (2 unid), Bolacha 'Cream Cracker' (1 unid), Café com 250g (1 unid), Sardinha em lata, de 125g (1 lata) e 1kg de sal.

Através do Ofício CMP/GP nº 056/2020, a Mesa da Câmara de Vereadores de Piancó solicitou providências junto ao governador João Azevedo Lins (Cidadania), para agilizar a distribuição de Cestas Básicas aos alunos da Rede Pública Estadual (escolas do Estado com sede em Piancó), de acordo com a Lei nº 11.862/2020.  

O governador da Paraíba decretou a antecipação das férias escolares em todas as escolas da rede estadual de ensino como medida de prevenção a disseminação do novo Coronavírus (Covid-19).

Regime Especial de Ensino 
O governador fez uma avaliação positiva do sistema implantado na rede estadual de ensino, devido à suspensão das aulas presenciais. De acordo com ele, 99,2% das escolas já tiveram o tema do plano estratégico implantados; 99,4% das escolas já receberam os guias pedagógicos; 90% dos professores já participaram dos treinamentos e já estão engajados nas atividades, utilizando as ferramentas disponibilizadas. “Além das redes sociais, estamos utilizando a ferramenta do Google Classroom, que já está sendo usada por 86% dos alunos, permitindo que os professores criem uma relação do ensino à distância a partir de uma tecnologia diferente e que tem dado resultados”, falou.

oblogdepianco.com.br