domingo, 24 de maio de 2020

Morre em JP o ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley de Covid-19 aos 69 anos


 Foto: Reprodução/Facebook

Ele estava internado em um hospital particular da capital desde o dia 14 de maio, de acordo com um amigo da família.
O ex-prefeito de Patos, no Sertão da Paraíba, e ex-deputado estadual Dinaldo Wanderley morreu por Covid-19, na madrugada deste domingo (24), aos 69 anos, em João Pessoa. Ele estava internado em um hospital particular da capital desde o dia 14 de maio, de acordo com um amigo da família. O caso de Dinaldo Wanderley ainda não foi notificado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), mas foi confirmado como positivo pela família do político.

Dinaldo Wanderley chegou na unidade de saúde e foi intubado imediatamente. Após apresentar uma piora no quadro clínico, os filhos decidiram iniciar o tratamento do pai em João Pessoa.

Nas redes sociais um de seus filhos, Dinaldinho Wanderley, escreveu: “o Senhor terá a companhia de uma pessoa boa, agradável, amável, prestativa, de um coração grande e um amigo para todas as horas”.

Em nota, a prefeitura de Patos informou que "diante do ocorrido, só nos resta pedir a Deus que conforte o coração de seus familiares, amigos e admiradores pela dor da perda, dando-lhes forças para superarem este momento difícil e para conviverem com tamanha saudade. Dinaldo foi um cidadão e político de muitas virtudes, valores, e nos deixa um legado de fé e de amor ao próximo".

Dinaldo Walterdey foi prefeito de Patos por dois mandatos consecutivos, de 1997 a 2005, e deputado estadual. Ele deixa a esposa, Edina Guedes Wanderley, e quatro filhos.

De acordo com uma nota divulgada pela família, o corpo de Dinaldo será cremado ainda neste domingo na cidade de João Pessoa em cerimônia restrita, devido ao diagnóstico de Covid-19. "Guardaremos suas cinzas para, em um momento oportuno, fazermos o que era o desejo dele: ser enterrado em Patos no cemitério São Miguel, junto com seu pai Dinamérico, sua mãe Haydée e seu irmão Verlane, e para que todos seus grandes amigos possam se despedir desse grande homem", diz a nota.

Notas de pesar

O governador João Azevêdo lamentou a morte do ex-prefeito de Patos, Dinaldo Wanderley. "Advogado, economista, empresário e político, Dinaldo Wanderley foi deputado estadual e prefeito de Patos por dois mandatos consecutivos, entre 1997 e 2004, sendo o primeiro prefeito reeleito. O governador João Azevêdo externa condolências aos familiares e amigos neste momento de dor e saudade", disse a nota.

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores do Poder Legislativo Paraibano, lamentou o falecimento do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Patos Dinaldo Wanderley. "Neste momento de dor para toda a família nos solidarizamos com os familiares e amigos de Dinaldo Wanderley, um grande político do nosso Estado que deixa grandes lições e um legado de trabalho e luta pelo povo da Paraíba", ressaltou Adriano Galdino.

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), também emitiu uma nota. “Lamentamos o falecimento de Dinaldo Wanderley e prestamos nossa solidariedade à família, amigos e ao povo de Patos, que perde um de seus principais homens públicos. Deixamos nossas condolências e desejamos que Deus dê força e serenidade para que todos possam superar a dor da perda”, afirmou.

Por suas redes sociais, o prefeito Romero Rodrigues lamentou a morte de Dinaldo Wanderley. Para Romero Rodrigues, a Paraíba perde um grande homem público e Patos, no Sertão, em especial, um filho que tinha na sua cidade uma das grandes paixões da vida.

G1PB