terça-feira, 21 de abril de 2020

Presidente da Câmara de Piancó pede que governador doe cestas básicas as famílias de alunos da rede pública estadual

(Imagem de arquivo)
O presidente da Câmara de Vereadores de Piancó, José Luiz da Silva Filho (Neguinho Marinheiro/PP) se mostrou preocupado com os alunos da rede pública estadual que não estão mais - a exemplo da rede municipal -, frequentando as escolas, diante da Pandemia do Coronavírus. Conforme informou a nossa Redação, o vereador Neguinho disse que o Estado já decretou o Recesso Escolar, antecipando o período das férias escolares de toda rede pública estadual de ensino de 19/03/2020 até 18/04/2020. O parlamentar disse que já está elaborando, junto a sua assessoria, ofício ao governador João Azevêdo,  solicitando cestas básicas para os alunos da rede pública estadual durante a pandemia. O ofício  tem amplo aspecto social, "visto que parte dos alunos matriculados nas escolas públicas estadual em Piancó, vivem em situação de risco e vulnerabilidade social". 

A distribuição das cestas básicas  aos alunos é necessária e oportuna, visto que a situação é de Calamidade Pública.

Durante o prazo de 90 (noventa) dias, o governo do estado recomenda à população o uso dos serviços eletrônicos, através da utilização do site www.digital.pb.gov.br, para qualquer denúncia ou informação.

ALPB aprovou projeto que garante alimentação de estudantes 
A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, em sessão remota realizada na última quarta-feira (8), projetos que reduzem o impacto social provocado pela pandemia do coronavírus (covid 19) no estado, a exemplo da garantia de segurança alimentar de estudantes durante a paralisação das aulas e da suspensão da validade dos prazos de concursos públicos.

Os deputados aprovaram, por unanimidade, o projeto de Lei 1.577, de autoria do deputado Felipe Leitão, que determina a manutenção do fornecimento da alimentação escolar aos alunos durante a paralisação das aulas em consequência da pandemia.

A preocupação do vereador Neguinho Marinheiro é a de que os alunos da rede pública estadual estão sem receber as cestas básicas do governo do estado e isso provoca uma responsabilidade ao município de Piancó que, por sua vez, já está sobrecarregado com a atenção às famílias em vulnerabilidade social e a distribuição de cestas básicas as famílias de alunos da rede pública municipal. "O município não tem condições de atender aos alunos da rede municipal, as famílias carentes e agora, as famílias dos alunos da rede estadual", observou o parlamentar.

oblogdepiancocom.br