sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Dois ex-prefeitos de Catingueira são denunciados pelo MPF por desvio de verbas públicas

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou dois ex-prefeitos da cidade de Catingueira, José Edvan Félix e Albino Félix de Sousa Neto (sobrinho de Edvan), por desvios de verba pública. Ambos são investigados na 4ª fase da Operação Recidiva, que apura fraudes em licitações e desvios em quatro prefeituras paraibanas.

Conforme a denúncia apresentada pelo MPF, o município catingueirense teria firmado um convênio de R$ 430 mil com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em 2014, para a execução de serviços sanitários em domicílios. As obras foram contratadas por uma empresa, mas teriam sido “assumidas” pelo ex-prefeito Edvan Félix. Do total de recursos R$ 206 mil foram repassados, mas apenas pouco mais de 4% dos serviços foram executados.

José Edvan está preso preventivamente desde o fim do mês passado e ele já é condenado a 41 anos de prisão por suspeita de envolvimento em fraudes, segundo o MPF.

Diamante Online/oblogdepianco.com.br/Ascom