sábado, 23 de outubro de 2021

Sexta-feira de chuvas por todo o Vale do Piancó depois de longa estiagem; em Piancó a água caiu de forma tímida

(Comunidade Junco/Crédito: Antonio Cabral)
P
or volta das 02:00h da madrugada deste sábado (23) a população piancoense sentiu algumas gotículas de água caindo do céu e molhando, de forma lenta, a terra árida da cidade. Conforme informações, a chuva teve início na noite da sexta-feira (22) em várias cidades do Vale do Piancó.

A estiagem tomou conta da região e vem preocupando produtores rurais e autoridades. O calor tiras as pessoas das ruas e a conta da energia elétrica aumenta, com as pessoas em casa e necessitando ligar o ar condicionado e ventiladores e o consumo de água potável, abrindo e fechando a geladeira para matar a sede ofertada pelos índices de quase 38ºC à sombra.

Conforme informações de agrônomos radicados em Piancó, a chuva atingiu em maior quantidade, as cidades de Santana dos Garrotes, Pedra Branca e Diamante. Não souberam informar os índices pluviométricos nestas cidades.

Os municípios através do Poder Executivo local, vem se valendo de caminhão-pipa para fazer a água chegar em bairros e comunidades rurais. Encontram barreiras quando tentam diminuir as distâncias, encontrando açudes públicos cercados com arame farpado e isso implica uma distância maior para que o caminhão-pipa se desloque, no caso específico de Piancó, da zona rural e busque água em um poço com grande vasão, na zona urbana (Secretaria de Infraestrutura, na antiga Usina de Algodão).

"Sem chuva e com poucos caminhões pra trazer água aqui pra nossa comunidade, ficamos sem saber o que fazer para sobreviver sem água, tanto para o consumo humano quanto animal", disse um presidente de comunidade.

EMPAER GERÊNCIA DE ITAPORANGA
Registro Pluviômetrico
Dia 23/10/2021
Fonte EMPAER/Curral Velho (Presidente do CMDRS Chardilso Cavalcante).
  • Boa Ventura - 24.5mm
  • Curral Velho - 18.4mm
  • Pedra Branca - 104,0mm
  • Santana dos Garrotes-48.5mm
oblogdepianco.com.br