terça-feira, 24 de agosto de 2021

No Sertão da Paraíba, Operação policial prende grupo suspeito de roubar e torturar famílias

(Imagem/reprodução)
U
ma ação conjunta da Polícia Civil, Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros deflagrou na segunda-feira, 23 de agosto, a 'Operação Cactos', com o objetivo de prender membros de uma quadrilha investigada por invadir residências, roubar pertences das vítimas e torturar os moradores.

Sete pessoas foram presas, sendo seis homens e uma mulher. Dois carregadores de pistola calibre 9mm e seis aparelhos celulares foram apreendidos, além de joias e roupas que podem ter sido roubadas de lojas.

Até o momento, a polícia tem registro de crimes nos municípios de Patos, Condado, Sousa, Cajazeiras e Princesa Isabel. De acordo com o superintendente da Polícia Civil no sertão, delegado Cristiano Jacques, os criminosos agiam de forma muito violenta.

“Eles torturavam física e psicologicamente as vítimas. Há casos, inclusive, de pessoas que passaram a fazer tratamento psiquiátrico depois de terem sua casa invadida por esse bando. Estamos investigando o caso há 23 dias, mas não vamos parar aqui. Queremos saber se existem mais pessoas envolvidas nisso”, disse o delegado.

As investigações apontam que a mulher presa seria uma espécie de ‘informante’ do grupo, apontando casas em que ela já trabalhou com diarista.

Os presos e os produtos apreendidos estão à disposição da justiça.


Fonte: oblogdepianco.com.br com Assessoria de Comunicação