sexta-feira, 25 de junho de 2021

Governador assina contratos do programa 'Tá na Mesa' e fortalece ações de segurança alimentar e fomento às economias dos municípios

(Foto: José Marques)


O governador João Azevêdo assinou, na quarta-feira (23), no Espaço Cultural, em João Pessoa, os contratos do programa Tá na Mesa, que tem o objetivo de promover assistência alimentar aos segmentos mais vulneráveis da população, por meio da distribuição de refeições saudáveis, e de fomentar as economias locais, com a contratação de restaurantes dos municípios contemplados para o fornecimento das marmitas.

A iniciativa do Governo irá contemplar 83 municípios paraibanos com a oferta de almoço a R$ 1,00. Ao todo, serão disponibilizados 552.200 almoços por mês, totalizando investimentos próprios do tesouro estadual que somam, inicialmente, mais de R$ 13,2 milhões. O programa prevê a distribuição de 250 alimentações diárias nos municípios que possuem entre 10 mil e 20 mil habitantes e de 400 refeições em municípios acima de 20 mil habitantes.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou o trabalho do Governo da Paraíba para manter o foco nos cuidados com a pandemia e ajudar as pessoas em situação de vulnerabilidade social e os segmentos econômicos. “Nós estamos dando as respostas no sistema de saúde e colocando em ação o maior programa de segurança alimentar que o estado já teve, criando o programa Tá na Mesa para garantir segurança alimentar a muitas famílias. Com a assinatura dos contratos firmamos uma parceria com os restaurantes para movimentar as economias das cidades e fornecer um alimento com qualidade para dar de comer a quem tem fome”, frisou.

João Azevêdo também fez um balanço das principais ações da gestão para garantir a segurança alimentar dos cidadãos na pandemia. “Nós distribuímos mais de 1,3 milhão de cestas básicas e refeições para pessoas em situação de rua em João Pessoa, Campina Grande e Guarabira; compramos cerca de mil toneladas de produtos da agricultura familiar; aumentamos o valor do cartão alimentação, que beneficia 52 mil famílias; e isentamos o pagamento da conta de água para mais de 26 mil famílias”, acrescentou.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, evidenciou a logística preparada para iniciar o fornecimento das refeições. “Hoje nós demos um passo importante, com o processo de contratação dos restaurantes, e a partir da próxima segunda-feira, iniciaremos o programa nas primeiras cidades, fazendo com que o alimento chegue na mesa das pessoas. Esse é um programa muito grande e dará uma contribuição significativa para esse momento que estamos passando”, comentou.

Proprietário do Restaurante Saborear Café, no município de Monteiro, Tiago Pires irá fornecer 650 refeições em Monteiro e Serra Branca e afirmou que o programa chegou no momento em que ele mais precisa. “Nós fomos muito afetados com a pandemia do coronavírus, nosso faturamento caiu 80% e o Tá na Mesa é uma forma de fomentar a economia local e levar alimento para quem mais precisa. Nós ficamos trabalhando apenas com a família e agora nós vamos contratar, fazer as compras no município e teremos a oportunidade de ajudar quem mais precisa”, falou.

Patrícia Fontes irá produzir refeições para os municípios de Bayeux e Cabedelo e falou da emoção de poder ajudar as pessoas no momento de dificuldade. “Essa é uma forma de poder contribuir com o meu estado e com as pessoas mais necessitadas. Nós vamos fornecer 400 almoços para cada município e já devemos contratar cerca de cinco a seis pessoas para ajudar nesse trabalho”, disse.

Emanuel Alisson, do município de Conceição, elogiou o governo pela iniciativa. “Essa é uma oportunidade muito boa e positiva e agradecemos ao governo por olhar para nós e para as famílias mais carentes nesse momento de crise que estamos enfrentando por conta da pandemia”, declarou.

Mailane Valéria irá fornecer 400 refeições em Areia e comemorou o incremento na economia do município. “Nós vamos poder mostrar à população o melhor da gente e o nosso cardápio. Estávamos passando por dificuldade e estou ansiosa para iniciar o trabalho”, falou.

oblogdepianco.com.br com Secom