sábado, 26 de junho de 2021

PIANCÓ: Com o falecimento da vereadora Erilene, Geraldo Ferreira assume a titularidade e Waguinho Brasilino vai para a cadeira de Genival Júnior; entenda

C
om o falecimento prematuro da jovem vereadora Erilene Alves (PP), no último dia 24, vítima de complicações causada pelo novocoronavírus, a Câmara de Vereadores de Piancó passará por  mudanças no seu quadro de parlamentares. O primeiro suplente do Partido Progressistas, vereador Geraldo Ferreira de Souza, que estava assumindo na licença do parlamentar Genival Júnior, passa agora a ser efetivado no cargo e o segundo suplente, vereador Waguinho Brasilino, assumirá durante o período que perdurá a licença do vereador Genival Júnior (Júnior de Gerivaldo). 

Quando for empossado em definitivo, Geraldo Ferreira  passa a titularizar a vaga deixada pela já saudosa vereadora Erilene. Geraldo Ferreira tem o prazo regimental de quinze dias para tomar posse, pelo Ato da Mesa, nº 05/2021.

Em 2017 a Emenda Constitucional 97 modificou o § 1º do artigo 17 da Constituição Federal, e passou a proibir a coligação entre partidos para os cargos proporcionais, qual seja, com a redação dada ao artigo com a Emenda Constitucional, não pode mais haver coligação para os cargos de vereador, deputados estaduais e deputados federais. Assim, em caso de vacância de mandato de vereador eleito, quem ocupa o mandato é o 1º suplente do mesmo partido do vereador que deixou o cargo. (suelyvandal.jusbrasil.com.br)

Geraldo Ferreira foi o 13º vereador mais votado nas eleições de 2020, pelo PP, com 371 votos, ou seja: 3,84%, se colocando como primeiro suplente do partido nas eleições de 15 de novembro. Já o vereador Waguinho Brasilino (350 votos,  3,62%), também do PP, foi o 14º mais votado dentre os candidatos a Casa de Padre Manoel Otaviano, pela mesma legenda de Geraldo, sendo o segundo suplente do partido, do qual faz parte o prefeito Daniel Galdino (reeleito para o cargo).

Ato da Presidência n° 05/2021, de 25 de junho 2021


oblogdepianco.com.br