domingo, 30 de maio de 2021

Homicídio em Piancó: Com várias facadas homem tira a vida de uma mulher; suspeito já está preso

Vítima: Damiana Macena
N
a noite de sábado (29), por volta das 22:30h no pátio da rodoviária de Piancó um crime chamou atenção. Depois de uma discussão, um homem se envolveu em uma briga corporal com uma mulher. Minutos depois o homem conseguiu se desvencilhar da mulher e sacou de uma arma branca, desferindo vários golpes contra a jovem de apenas 26 anos de idade, identificada como sendo Damiana de Macena Araújo, funcionária da prefeitura de Piancó e prestava serviços na rodoviária local, moradora do Bairro Santo Antonio em Piancó. Após cometer o crime, o homem conseguiu sair do local, mas populares já haviam acionado a Polícia Militar, que chegou  minutos depois. O SAMU também foi acionado, mas a jovem já estava sem vida. A polícia  encontrou o corpo da jovem ensanguentada, que chegou a ser levada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Guarnição:  Sgt. F. Passos, Sd. Vieira e  Sd. Azevedo
Em diligências e com informações sobre o suspeito, a Polícia Militar, através da Guarnição  do Sgt. F. Passos, sd. Vieira e  sd. Azevedo, empreenderam buscas e localizaram o homem, que foi apreendido e levado a Delegacia de Polícia de Piancó. Identificado como sendo Antonio José, de 68 anos, residente no Bairro Belo Horizonte em Piancó. A PM encontrou o suspeito nas imediações do Conjunto Habitacional Jomar Mendonça (Projeto Mariz) e com ele a arma do crime.

As informações dão conta de que o fato ocorreu depois que os dois, homem e mulher, estavam bebendo e sem motivo aparente, iniciaram uma discussão, que terminou levando a jovem Damiana a morte. 
Acusado já está preso

Caso os dois tivessem uma relação conjugal, o caso seria apurado como FEMINICÍDIO
A palavra feminicídio ganhou destaque no Brasil a partir de 2015, quando foi aprovada a Lei Federal 13.104/15, popularmente conhecida como a Lei do Feminicídio. Isso porque ela criminaliza o feminicídio, que é o assassinato de mulheres cometido em razão do gênero, ou seja, a vítima é morta por ser mulher.

Os homicídios simples podem gerar penas de 6 a 20 anos em regime de reclusão, ao passo que o feminicídio pode resultar de 12 a 30 anos de reclusão para os condenados.



oblogdepianco.com.br