sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Tovar debate energias renováveis na Paraíba durante o I Fórum de Energia Solar do Sertão


O deputado estadual e presidente da 'Frente Parlamentar em Defesa das Práticas Sustentáveis, Biocombustíveis e Energias Renováveis da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB)', Tovar Correia Lima (PSDB), participa nesta sexta-feira (18) do I Fórum de Energia Solar do Sertão. O evento irá debater o potencial solar da região semiárida brasileira e que mobilizará os principais agentes do setor elétrico do país.

O I Fórum é uma realização do Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), e a EnergyC – plataforma de desenvolvimento de lideranças e os projetos no setor energético e a APBSOLAR. O evento também conta com apoio da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Na ALPB, Tovar é autor do projeto de Lei 40/2019 que institui a Política Estadual de Incentivo ao Aproveitamento da Energia Solar, formulada e executada como forma de racionalizar o consumo de energia elétrica e outras fontes de energia no Estado.

De acordo com parlamentar, o objetivo da proposta é estimular os investimentos e a implantação dos sistemas de energia solar ecologicamente corretos, englobando o desenvolvimento tecnológico, em empreendimentos particulares e públicos, residenciais, comunitários, comerciais e industriais; além de criar alternativas de emprego e renda.

O I Fórum de Energia Solar do Sertão terá caráter de realização híbrido, presencial /online, com integral respeito pelas normas de segurança em reuniões presenciais e transmissão facilitada pelo Youtube.

A diretora do Insa, Mônica Tejo, explicou que o potencial solar no sertão nordestino é indiscutível, por isso mesmo, a realização de um fórum que mobilize, debata e proponha, mesclando participação do setor público, privado e também da sociedade civil com o intuito de contribuir para o desenvolvimento energético da região é um marco bastante positivo.

paraibaradioblog