quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Sem polarização, Piancó já tem 05 pré-candidatos a prefeito; faltam os vices

A ausência de um único adversários que represente o 'Grupo de Oposição' na disputa pela Prefeitura de Piancó, criou um novo cenário político na cidade. Até o momento, pelo menos 05 políticos se colocam como pré-candidatos à prefeitura e criam uma grande indefinição sobre o pleito, a ser realizado em novembro deste ano. Entre os postulantes estão o ex-prefeito Sales Lima (Democratas), o filho do ex-prefeito Edvaldo Leite de Caldas, o advogado Edvaldo Júnior  (Cidadania), o empresário Antonio Neto (PTB) e a empresária Marinês Paulo (PSL).  Todos na disputa contra o atual prefeito Daniel Galdino (Progressistas), que vai a reeleição.

As mudanças nas regras eleitorais já previam que as eleições municipais de 2020 teriam elementos novos. Porém, foi o cenário imposto pela pandemia da Covid-19 que realmente ampliou o panorama inédito deste pleito. Ao contrário do modelo tradicional, a maneira de se fazer campanha este ano desafia partidos, candidatos, autoridades e, claro, os eleitores. Mas isso não é problema para os pré-candidatos a prefeito. O que vem causando dor-de-cabeça nas hostes partidárias, são os nomes para compor as chapas majoritárias que, até o presente, só apresentaram o nome do pré-candidato a prefeito. Isso ocorre no Cidadania, PTB e DEM. Apenas o atual prefeito Daniel Galdino tem vice, que o atual Antonio Dantas. A pré-candidata Marinês Paulo já mostrou que vai compor sua chapa com o bioquímico Djalminha Leite Ferreira.

Porque essa dificuldades em encontrar um vice?

Segundo a revista eletrônica politize.com.br, o vice é a pessoa mais próxima do poder no município. Mas ele não precisa chegar ao lugar do titular para fazer alguma diferença. Um bom companheiro de chapa pode colaborar e muito na gestão pública, dialogando com a sociedade e somando forças com o titular. 

As Convenções serão realizadas nos próximos dias e apenas dois candidatos (a) tem chapa formada para prefeito e vice. Os demais estão tendo dificuldades para encontrar um vice que possa compor e somar na chapa majoritária. Nunca foi tão difícil compor uma chapa em campanhas na cidade de Piancó, como o que ocorre hoje.

Enquanto não aparece os vices, os partidos seguem publicando seus editais e as convenções terão a atenção do eleitor, não só pela importância da oficialização dos candidatos mas, para saber quem será vice de quem nessa campanha eleitoral.


oblogdepianco.com.br