sábado, 19 de setembro de 2020

Em Itaporanga, prefeito veta projeto que suspende cobrança de iluminação; Câmara poderá reagir

O
projeto de lei de autoria do vereador Jailson de Zeca, que suspende a cobrança da taxa de iluminação pública dos consumidores de energia elétrica de Itaporanga durante a pandemia, foi vetado pelo prefeito Divaldo Dantas na última  quarta-feira, 16. 

O projeto foi aprovado, por unanimidade pelos vereadores, mas o gestor municipal vetou o projeto de lei alegando se tratar de matéria inconstitucional e ilegal, mas não é isso que pensa o parlamentar autor do projeto e muitos vereadores na Câmara concordam com ele, o que pode favorecer uma derrubada do veto. 

Na próxima sessão da Câmara de Itaporanga, o veto do prefeito poderá entrar em pauta e os vereadores favoráveis ao projeto já se articulam para contrariar o veto e instituir a lei. 

“Diante dessa insensibilidade do prefeito em um momento de tanta dificuldade do povo, a gente precisa reagir e vamos lutar para derrubada do veto e promulgar a le que vai favorecer a tanta gente, especialmente os mais pobres que são os que sofrem mais, mas também os pequenos e médios comerciantes que também pagam uma taxa alta de iluminação”, comentou Jailson.

*Folha do Vale Online
Imagem/reprodução de Internet

oblogdepianco.com.br