quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Em Aguiar, Governo conclui obras de manutenção da barragem Frutuoso

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente (Seirhma), concluiu as obras de manutenção das barragens de Frutuoso II, na zona rural de Aguiar, e de Capivara, na zona rural de Uiraúna. Foram investidos nos dois mananciais R$ 1.045.380,00, com recursos próprios.

As obras fazem parte do Programa de Manutenção de Barragens, que vem sendo realizado na Paraíba em 150 barragens monitoradas pela gestão estadual, por meio da Seirhma e pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). O programa objetiva realizar monitoramento com frequência das barragens, visando deter o avanço do desgaste pelo tempo. O investimento no PMB é de R$ 30 milhões, com recursos do Estado. A previsão de conclusão é abril de 2021.

A Barragem de Frutuoso II tem por finalidade o abastecimento da população e a piscicultura. Localizada na Bacia do Piancó conta com volume máximo de 3.517.200,00 m³, medindo 207 metros de comprimento e 20 metros de altura. O valor do investimento na recuperação foi de R$ 332.385,14.

A Barragem Capivara, localizada na Bacia do Rio do Peixe, objetiva também o abastecimento da população e a criação de peixe. Conta com volume máximo de 37.549.827,00 m³, comprimento de 560 metros e altura de 27 metros. Foram investidos na recuperação R$ 712.995,06. As obras nas duas barragens foram iniciadas em janeiro de 2020.

O programa, que está na quarta etapa, já executou 38 por cento das obras. Essa etapa dos trabalhos foi dividida em três lotes, que estão sendo efetuados simultaneamente, beneficiando reservatórios do Sertão no lote um, do Litoral no lote dois e a barragem de Gramame/Mamuaba, que abastece a Capital, no lote três, num total de 66 barragens.

De acordo com o secretário da Seirhma, Deusdete Queiroga, a iniciativa consiste na inspeção e eventual intervenção na parte estrutural, limpeza da vegetação, sobretudo nos períodos chuvosos, como ocorreu neste ano de 2020; restauração e substituição de equipamentos. “As medidas são no sentido de prevenir prejuízos de ordem material e da segurança das populações circunvizinhas”, afirmou o secretário.

oblogdepianco.com.br