sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Câmara volta atrás e mantém veto do prefeito de Itaporanga, derrubando projeto que suspendia cobrança de iluminação pública


(Ver. Jailson de Zeca/imagem pública de rede social)
O
prefeito de Itaporanga, no Vale do Piancó,  vetou um projeto aprovado pela Câmara Municipal que suspende a cobrança de iluminação pública no município enquanto perdurar a pandemia do coronavírus, e, na noite dessa quinta-feira, 24, em sessão ordinária, a maioria dos vereadores presente à sessão manteve o veto do prefeito, derrubando o projeto de lei. 

O projeto é de autoria do vereador Jailson de Zeca, e, em sua justificativa para vetar o projeto, o prefeito argumentou que se trata de uma matéria inconstitucional por renunciar tributo por projeto de lei de autoria do legislativo. Com esse argumento, o gestor municipal convenceu a maioria dos vereadores a apoiar seu veto, alguns dos quais haviam sido favoráveis à suspensão da cobrança na sessão anterior, mas voltaram atrás acabando com o projeto que eles próprios haviam aprovado. 

O vereador Jailson lamentou o veto do prefeito, e, principalmente, a posição da maioria dos sues próprios pares, que, no seu entendimento, deixaram de votar favorável ao povo para ficar ao lado do prefeito. “Esse projeto de suspensão da cobrança é temporário e vem amenizar a situação das famílias e comerciantes que estão passando dificuldades por causa da pandemia e paganda uma taxa abusiva de iluminação pública, mas o prefeito vetou esse benefício para o povo e, infelizmente, muitos colegas vereadores perderam a oportunidade de ajudar o povo”, lamentou o parlamentar mirim.

*Reprodução mediante autorização da Fonte

oblogdepianco.com.br