quinta-feira, 9 de julho de 2020

Em Piancó, Polícia Civil prende suspeito de maus-tratos a várias aves silvestres

Policiais Civis do Grupo Tático Especial da 17ª Delegacia Seccional da Polícia Civil de Itaporanga, em conjunto com policiais da delegacia de Piancó, prenderam um borracheiro bastante conhecido, na tarde da quarta-feira (8), na cidade de Piancó. Com ele, os policiais apreenderam diversas aves, que estavam sendo criadas em cativeiro.

De acordo com informações do delegado seccional do Vale do Piancó, Carlos Seabra, a ação que culminou com a prisão do suspeito e apreensão das aves ocorreu, depois que a polícia recebeu uma denúncia anônima.

Ao chegar no endereço mencionado, os policiais encontraram diversas aves, entre elas 3 sabiás laranjeiras; 3 sabiás brancas; 2 pássaros pretos; 2 azulões; 2 sofreus, 3 galos de campina, 1 galo de campina, 1 azulão fêmea, 7 bigodes, 1 casal de caboclo, 1 casal de canário, 1 tico-tico, 1 chechéu,1 bigodolado, 1 casal de papa,1 canário e 1 sibite. No local os policiais ainda apreenderam 33 gaiolas.

Aos policiais, o homem afirmou ter autorização apenas para criar as 3 sabiás laranjeiras, 2 sofreus, 1 azulão fêmea e 1 sabiá branca.

Policiais da 3ª CIA AMBIENTAL de Patos foram até a cidade de Piancó, onde fizeram a apreensão das aves e das 33 gaiolas.

As aves ficarão em um viveiro até aprenderem a viver na natureza, para em seguida serem soltas em uma reserva particular de proteção natural.

Com Assessoria