sexta-feira, 5 de junho de 2020

Covid-19: Protocolo com aval do MP e acompanhamento de equipes médicas usam a Hidroxicloroquina com Azitromicina em pacientes na cidade de Piancó

A Secretaria de Saúde da cidade de Piancó, na luta para curar pacientes testados positivos ou sintomáticos com a Covid-19, vem usando medicamentos com  Protocolo e aval do MP, sempre acompanhados de equipes médicas,  a exemplos da Hidroxicloroquina com Azitromicina,  além de outros medicamentos alternativos. E isso vem trazendo bons resultados.

Foi publicado recentemente no International Journal of Antimicrobial Agents um estudo francês que avaliou, de maneira não cega e não randomizada, a eficácia da hidroxicloroquina (HCQ) em monoterapia ou associada com azitromicina em pacientes com Covid-19 internados em um hospital em Marselha, na França.

Esse trabalho da Secretaria de Saúde, usam duas equipes do 'Melhor em Casa' e uma outra equipe medica que monitora o estado de saúde do paciente, e levam a medicação até a residência do infectado, até ele ficar recuperado. Esse trabalho é desenvolvido com o aval do Ministério Público, através da Dra. Artemise Leal, para o uso da Hidroxicloroquina com Azitromicina, desde que o paciente autorize o uso dessa medicação, que tem sido eficiente. O paciente também recebe apoio psicológico.

A Secretaria de  Saúde de Piancó tem os protocolos que estão sendo realizados, e os primeiros resultados têm se mostrado bem satisfatórios, conforme explica Antonio Leite Neto, titular da pasta da Saúde no Município.

Casos
Hoje em Piancó tem 22 casos confirmados, sendo 53 sob investigação médica, 39 monitorados (sintomáticos), 14 monitorados assintomáticos e 10 recuperados.

Em 'Live' nas redes sociais, na noite de quinta-feira (04), o prefeito Daniel Galdino falou e nominou toda a medicação que vem sendo usada e distribuída pelo Município, por pacientes com a Covid-19, e dentre estas está a Hidroxicloroquina e Azitromicina.

Após receber relatos de que a procura pela hidroxicloroquina aumentou, depois que algumas pesquisas que indicavam que o produto poderia ajudar no tratamento da COVID-19, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) enquadrou a hidroxicloroquina e a azitromicina como medicamentos de controle especial. Isso significa que o medicamento só poderá ser entregue mediante receita branca especial, em duas vias, prescrita por um médico.

"Toda e qualquer medicação, a exemplo da hidroxicloroquina, deve ser usada apenas e tão somente, sob orientação médica", alerta Antonio Leite.

oblogdepianco.com.br