sexta-feira, 3 de abril de 2020

Prefeito de Conceição baixa decreto sobre festa junina e exonera cinco secretários de uma vez só


(Imagem de Internet/Reprodução)
Em Decreto publicado na quinta-feira, 2, o prefeito de Conceição determinou o cancelamento do São João de rua, a maior e mais tradicional festa popular do município. O prefeito argumenta em seu despacho administrativo que “há necessidade de mitigação de disseminação da doença (pandemia de coronavírus) em face dos elevados riscos de saúde pública, exigindo de todos o esforço conjunto em vista do bem comum”. 

Depois que foi criado, há décadas, esta será a primeira vez que o São João da cidade não será realizado, mas o prefeito não disse em que vai gastar o dinheiro economizado com o cancelamento do evento junino. Em Conceição, assim como em todos os municípios regionais, a falta de alimentos já o problema mais visível e sentido entre as famílias mais vulneráveis depois de duas semanas sem trabalho em face das medidas que paralisaram as atividades econômicas e laborais. 

Também na quinta-feira, o prefeito exonerou, oficialmente, cinco secretários municipais: Valdemir Berto, da pasta de Infraestrutura; Samuel Lacerda, chefe de Gabinete; Humberto Soares, secretário executivo da Saúde; Flávio Mangueira, secretário executivo da Agricultura; e Francisco Fidelis, que ocupava a pasta da Cultura. Essas exonerações atendem o prazo de desincompatibização exigido pela Justiça Eleitoral para quem quer ser candidato em outubro.

*reprodução mediante autorização da fonte