quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Segurado pode consultar sua Carta de Concessão do INSS Online

(Reprodução)
A previdência social apresenta inúmeros benefícios (como salário maternidade, aposentadorias, auxílios e outros), que se adequam de acordo com a necessidade do contribuinte. 

Portanto, a carta de concessão é um documento que tem por objetivo informar o beneficiário a maneira correta de realizar o cálculo do seu benefício, de informar sobre o banco em que escolheu e que será o responsável pelo pagamento, quando e como será emitido seu benefício, entre outros pontos. 

Com base nisso, fique conosco e acompanhe todas as informações pertinentes e necessárias para requerer a sua carta de concessão. 

COMO CONSULTAR A CARTA DE CONCESSÃO INSS? 
Como órgão responsável por administrar os benefícios, a previdência social traz a possibilidade de o beneficiário imprimir sua carta de concessão pela internet. Ou seja, poderá realizar esse serviço, do conforto da sua casa e em poucos minutos. 

Mas, se por algum motivo, não conseguir imprimir a carta de concessão, o mais aconselhável será que o beneficiário anote todas as informações que contiverem na carta, sem esquecer do número do seu benefício INSS. Depois ir ao banco no qual escolheu para receber seu benefício, apresentar os dados e solicitar o saque do seu dinheiro. 

Lembrando que o primeiro pagamento do benefício só poderá ser realizado 15 dias após a aprovação do mesmo, ou seja, não será instantâneo. 

COMO ACESSAR A CARTA DE CONCESSÃO VIA INTERNET? 
Para que você não precise ficar esperando a sua carta de concessão chegar, poderá acessa-la pela internet. É muito simples, e basta seguir os seguintes passos para visualiza-la: 

Primeiro é necessário ter as informações referente ao número do benefício, e seus dados pessoais (nome, sobrenome, data de nascimento, número do registro geral e do cadastro de pessoa física). Portando ou sabendo dessas informações é só acessar o portal ‘Meu INSS’ da previdência social, pelo link https://meu.inss.gov.br/central/index.html

Entrando no site, procure o nome “carta de concessão”. Após clicar, preencha as informações ditas acima, mais o código de segurança que é informado pelo site e pronto. Em seguida terá acesso a sua carta de concessão. E pelo site também é possível realizar a emissão de uma segunda via da carta. 

Porém, se esse for o seu primeiro acesso ao portal, clique na opção ao lado esquerdo do nome carta de concessão e realize o seu cadastro. O cadastro é efetuado, mediante o cadastramento de sua senha. Feito isso, ligue para o número 135 ou vá a um posto de atendimento da previdência social para validar sua senha. 

SITUAÇÃO DO SEU BENEFÍCIO 
A situação do beneficiário, poderá ser encontrada em 3 modalidades, e é necessário que você saiba o que cada uma significa. 

1. Habilitado; quando o benefício estiver habilitado, significa que está sendo analisado pelo INSS, assim como, toda a sua documentação e todos os detalhamentos essenciais. 

2. Concedido; o benefício concedido, foi aquele que após estar habilitado, fora aceito pela previdência social. Você então, receberá uma carta, no prazo de 20 a 30 dias pelo endereço informado pelo cadastro da previdência social e através dela, é possível a emissão do primeiro saque do valor a ser recebido. Os saques ocorrerão de forma mensal, ou seja, será dada uma renda a esse contribuinte. 

3. Indeferido; o benefício foi analisado, porém, por algum motivo, problema, erro de dado, ou de informações prestadas, o mesmo não foi aceito. 

Você pode saber mais sobre o tema, clicando aqui.

INFORMAÇÕES PERTINENTES SOBRE A CARTA DE CONCESSÃO 
Válida para todos os benefícios do INSS, como aposentadoria, salário maternidade, pensão por morte, auxílio acidente, auxílio doença, entre outros, a carta de concessão traz consigo informações precisas e extremamente úteis. 

Nela é possível saber o valor a ser recebido pelos pagamentos mensais; em que lugar esses pagamentos serão realizados; se o seu requerimento foi ou não concedido; analisar o demonstrativo do cálculo de renda; conferir se os pagamentos estão sendo realizados com base no cálculo estabelecido pelo INSS e muito mais. 

E se por acaso, houverem divergências em relação a valores, é necessário marcar uma revisão junto à previdência social, pois é o único órgão que poderá explicar o ocorrido. 

Mas, de qualquer forma, é dever do cidadão verificar se suas informações estão corretas, e no caso de irregularidade, exigir sua revisão. 

Ficou alguma dúvida sobre o assunto? É só mandar sua pergunta para a nossa equipe pelos comentários abaixo ou por e-mail. Além de que você tem a opção de ligar para a central de atendimento do ministério do trabalho, pelo número 135.