domingo, 5 de janeiro de 2020

“Assim que o TRE me autorizar sair do PSL irei entrar no Aliança”, diz Moacir

Não é de hoje que o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) vem vivendo um imbróglio dentro da sigla na Paraíba. Em entrevista a imprensa radiofônica na última sexta-feira (03), Moacir revelou que já ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a desfiliação da legenda, para poder se filiar ao partido Aliança pelo Brasil, que será comandado pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Tentei, faz um bom tempo, com o pedido na Justiça para poder ter a minha desfiliação. Tive vários atritos com o atual indicado presidente, já que o partido nunca teve eleição. Estou como outros deputados em nível nacional e tenho uma pendência jurídica com o PSL. Assim que o TRE me autorizar sair do PSL irei entrar no Aliança pelo Brasil”, disse Moacir.

A celeuma entre ele e o presidente do partido na Paraíba, deputado federal Julian Lemos (PSL) já provocou vários embates entre os parlamentares. Meses atrás a tática defendida por Moacir não era sair da sigla pela justiça, mas ser expulso. “O que eu pretendo é ser expulso, se eu não for expulso vou consultar o TRE para sair do partido por discriminação” dizia o deputado, irmão do prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues.

pbagora