domingo, 26 de setembro de 2021

Presidente Bolsonaro pode ir para o PTB de Roberto Jefferson e Nilvan Ferreira

(Imagem reprodução de internet)
O
PTB, partido do qual Bolsonaro também já fez parte, prepara-se para ireceber a filiação do presidente do Brasil. Segundo informações de bastidores, a conversa em Brasília é que o partido é uma possibilidade real de ser a sigla escolhida para a candidatura de reeleição de Bolsonaro.

Como Jefferson foi preso no mensalão, se essa migração do presidente acontecer acenderá outra polêmica, pois uma das bandeiras de Bolsonaro foi o combate à corrupção.

Ruim para o PP
A leitura de alguns integrantes do Progressistas é que a ida para de Bolsonaro para o PP seria ruim para o partido, porque a campanha dele levaria parte importante do Fundo Eleitoral, diminuindo o valor destinado à campanha de deputados federais.

O radialista Nilvan Ferreira, ex-candidato a prefeito de João Pessoa pelo MDB, está a frente do PTB na Paraíba e espera a vinda do presidente Bolsonaro a legenda, assim fortalcece o partido no Estado. Nilvan pode pleitear uma cadeira na Câmara Federal. O PTB deverá fazer composição com outra sigla para disputar o governo do Estado contra a reeleição de João Azevedo. O PTB pretende indicar o vice na chapa de Oposição.

O presidente Jair Bolsonaro está sem partido desde novembro de 2019, quando anunciou sua desfiliação do PSL, partido pelo qual foi eleito para o Palácio do Planalto. Desde então, ele tentou criar a própria legenda, o Aliança pelo Brasil, mas não obteve sucesso. No meio tempo, surgiram diversas especulações de siglas às quais o presidente iria se filiar, mas nenhuma se concretizou até o momento.

Pela legislação eleitoral brasileira, Bolsonaro tem que estar filiado a um partido no mínimo seis meses antes da eleição. Isso significa que o presidente terá que fazer uma escolha até março para disputar a reeleição em 2022.

oblogdepianco.com.br