segunda-feira, 13 de setembro de 2021

PGJ declara luto oficial em sinal de pesar pela morte do procurador de Justiça Nelson Lemos na Paraíba

A
Procuradoria-Geral de Justiça da Paraíba determinou luto oficial de três dias pela morte do procurador de Justiça aposentado, Nelson Antônio Cavalcante Lemos, 73 anos. O membro do Ministério Público da Paraíba faleceu neste domingo (12/09), em um hospital de João Pessoa. O velório ocorrerá no Crematório Caminho da Paz, em Cabedelo, das 14h às 16h. O procurador-geral de Justiça, Antônio Hortêncio Rocha Neto, lamentou a perda e prestou solidariedade à família e aos amigos do procurador falecido.

“Um domingo muito triste para nós que tivemos o prazer de conhecer Nelson Lemos, de compartilhar momentos de amizade e de atuação ministerial. É uma perda para a instituição e para as pessoas de seu convívio. Desejamos que seus familiares sejam consolados e que os momentos de alegria trazidos pela sua vida ajudem a superar a tristeza desse momento”, disse Antônio Hortêncio.

O chefe do MPPB determinou luto oficial de três dias na instituição, por meio da Portaria 1055/2021, que deve ser publicada na próxima edição do Diário Oficial Eletrônico. O ato simbólico é marcado pelo hasteamento das bandeiras a meio-mastro nos prédios da instituição, em sinal de pesar pelo falecimento do membro do Ministério Público.

O procurador de Justiça Nelson Lemos ingressou no Ministério Público da Paraíba em 29 de agosto de 1977, como promotor de Justiça, passando por várias promotorias do Estado, como as dos municípios de Monteiro, Sumé, Ingá, Alagoinha, Pedras de Fogo, Brejo do Cruz, Remígio, Alagoa Grande e Areia. O último cargo que ocupou foi o de 2º subprocurador-geral de Justiça, em agosto de 2017, permanecendo na função até o mês de novembro do ano seguinte, quando se aposentou.

Velório
A família enlutada pede aos amigos que forem ao velório que, em razão da pandemia de Covid-19, compareçam ao local usando máscaras de proteção facial e seguindo todos os protocolos de segurança, como também fiquem no espaço apenas o tempo necessário para esse último adeus. Nelson Lemos era casado com a promotora de Justiça, Tatjana Maria Nascimento Lemos, e deixa filhos e netos.

oblogdepianco.com.br com Assessoria