sábado, 10 de julho de 2021

ARTICULAÇÃO PARA 3ª VIA NA PB: Daniella Ribeiro, Luciano Cartaxo e Ricardo Coutinho

por Rui Galdino*

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. Diz o empresário Manoel Gaudêncio, pai do meu amigo Delano, que a política é muito dinâmica. E eu digo, que na Paraíba, o dinamismo da política é extraordinário. Quem diria, tempos atrás, que João Azevêdo e Ricardo Coutinho iriam romper de maneira tão rápida e surpreendente? Poxa vida, ainda hoje tenho desconfiança desse rompimento, no entanto, dizem que o rompimento é pra valer mesmo e que o governador João, não aceita que ninguém fale no nome de Ricardo perto dele! Já pensou? É a vida…

Pois bem, e pasmem, já pensou Ricardo Coutinho votando contra Lula no próximo ano? Não acredita? É, meu amigos e caros leitores, a política além de ser dinâmica, na Paraíba ela é também extraordinária. Está em gestação a formação de uma nova chapa que deverá disputar o governo do estado no próximo ano e apoiar para presidência da república o cearense de Sobral, Ciro Gomes (PDT).

E sabe quem será os componentes dessa nova chapa, que seria a 3ª via na Paraíba para 2022? Anotem aí: para governadora, Daniella Ribeiro (PP); para vice-governador, Luciano Cartaxo (PV) e para senador, Ricardo Coutinho (a caminho do PDT). Damião Feliciano (PDT) será o 1º suplente de senador de Ricardo Coutinho e Lígia Feliciano (PDT) disputará a deputação federal. Uma coligação com os partidos PP, PV, PDT e outros que virão, todos votando também em Ciro Gomes para presidente da república.

É bom lembrar que Ricardo e Ciro sempre se respeitaram e mantiveram um bom diálogo. Além disso, Ricardo está “p” da vida com Lula e com muita razão, pois Lula tem insistido em conversar com o governador João. Ricardo já disse: “ na PB, ou João ou eu e ponto final”! Quando digo que Ricardo tem razão, é por que quem deu sangue, suor e lágrimas em defesa de Lula, quando o mesmo estava condenado, preso e no ostracismo político, não aceita nenhum tipo de ingratidão e nem muito menos de “sacanagem” política. E aqui na Paraíba, foi Ricardo Coutinho quem comandou a resistência dos que deram às costas a Lula e ao PT, inclusive, foi também preso e ainda se defende da Operação Calvário.

Outro fato dessa composição é por que a família RIBEIRO sabe que o caminho está aberto e que no próximo ano é a vez e a chance da senadora Daniella Ribeiro (PP), ser eleita governadora da Paraíba. Inclusive, fiquei sabendo que Daniella proibiu seu filho, Lucas Ribeiro (vice-prefeito ), acompanhar o prefeito de Campina Grande Bruno Cunha Lima em recente audiência com o governador João Azevêdo. Já pensou?

Então minha gente, como já escrevi antes, deveremos ter três chapas principais para disputar as eleições do próximo ano aqui na Paraíba. A chapa governista (João Azevedo, Ana Cláudia e Efraim Filho) apoiando o presidenciável LULA DA SILVA; a chapa oposicionista (Romero Rodrigues, Ricardo Marcelo e Bruno Roberto), apoiando a reeleição de JAIR BOLSONARO e a chapa da 3º via (Daniella, Luciano e Ricardo) apoiando o presidenciável CIRO GOMES. E seja o que Deus quiser… Haja coração!

*Rui Galdino é advogado e articulista de política