terça-feira, 15 de junho de 2021

Bolsonaro se reúne via videoconferência com a Pfizer e pede antecipação do envio de doses ao Brasil

 (Foto: Isac Nóbrega/PR/Divulgação/CP)

O presidente Jair Bolsonaro reuniu-se via videoconferência com a Pfizer nesta segunda-feira e pediu que a farmacêutica antecipe o envio de doses de sua vacina para o Brasil. A conversa foi com Carlos Murillo, presidente da empresa na América Latina.

Segundo informações recebida pela coluna, Murilo prometeu priorizar o país, embora não tenha especificado a quantidade que conseguirá antecipar. O adiantamento pedido pelo presidente é referente às 200 milhões de doses que já estão sob contrato com o governo federal e que o país receberá até o final do ano.

O governo brasileiro procura acelerar a vacinação no país para o combate à pandemia do coronavírus. A Pfizer é uma das maiores fornecedoras do imunizante no mundo e tentou vender seu produto ao Brasil diversas vezes em 2020. No entanto, o país fechou acordo com a empresa em março deste ano, quando assinou a compra de 100 milhões de doses. Em maio, o ministério da Saúde comprou mais 100 milhões de unidades do imunizante da Pfizer.

R7