sábado, 2 de janeiro de 2021

Muita expectativa sobre o anúncio do novo secretariado do prefeito Daniel Galdino em Piancó; prefeito terá Folha aumentada com o novo salário mínimo

(Crédito: Antonio Cabral)
O sinal de 'pare' no centro da cidade de Piancó, explica exatamente o que está acontecendo com a população, a respeito da nova equipe que irá administrar Piancó nos próximos quatro anos. Até o presente, o prefeito Daniel não anunciou nenhum nome e a expectativa era a de que, logo após sua posse na manhã de ontem, sexta-feira, 1º de janeiro, na Câmara de Vereadores,  o anúncio fosse feito. Nada aconteceu e a população aguarda ansiosa o pronunciamento do prefeito  sobre sua nova equipe de secretários e afins. 

A apresentação da nova equipe da Administração Municipal, com seus novos secretários, assessores e diretores, enfrentará novos desafios, que é o  de melhorar ainda mais a prestação de serviços públicos e de contribuir para o bem-estar dos piancoenses em um tempo de corte de gastos e dificuldades financeiras. 

Conforme apurado por nossa Redação, para este segundo mandato estão previstas poucas alterações.  O novo mandato trará poucas novidades com relação ao secretariado.

SALÁRIOS
O presidente Jair Bolsonaro assinou a medida provisória (MP) que estabelece o salário mínimo no valor de R$ 1.100 a partir de 1 de janeiro de 2021. A MP foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União (DOU). Atualmente, o mínimo é de R$ 1.045. O prefeito Daniel terá que buscar mais recursos a fim de assegurar a Folha e rever o número de cargos comissionados na gestão. O Município terá que pagar a partir de janeiro o novo salário. O salário mínimo de R$ 1.100 começou a valer  desde a sexta-feira (1º). O novo piso, anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro na quarta-feira (30/12/2020) em rede social, apesar de ter vigência imediata, terá de ser aprovado pela Câmara e pelo Senado e depois convertido em lei.

Com o reajuste de 5,26% acima dos R$ 1.045, o valor aumentou em R$ 55. O aumento afeta aposentadorias, abono salarial e benefícios sociais. As pequena prefeituras, a exemplo de Piancó, terão um abalo financeiro que poderá penalizar boa parte dos cargos em comissão.

oblogdepianco