sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Em Itaporanga, Câmara aprova CPI para apurar irregularidades no trânsito na atual gestão do prefeito


Em sessão na última quinta-feira (20), que foi até o final da noite, a Câmara de Itaporanga, presidida pelo vereador Neném de Adailton, aprovou requerimento do vereador João Guimarães que pede, à Mesa Diretora do legislativo, a instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar irregularidades no trânsito na atual gestão do prefeito Divaldo Dantas, período de 2017 a 2020. 

De acordo com o requerimento do parlamentar mirim, nesse período, além da aplicação de multa abusivas, chegando a quase 10 mil, pelo trânsito municipal, que é subordinado à Prefeitura, houve irregularidades na constituição da Jari (Junta Administrativa de Recursos de Infrações), o que prejudicou os condutores que recorreram das multas e tiveram seus recursos desconsiderados. Se atender o requerimento do vereador, a Mesa Diretora iniciará os procedimentos legais para a instalação da comissão investigativa nas próximas sessões. Na mesma sessão, os vereadores também aprovaram um requerimento da colega Isabele Mendes, que pede ao governo estadual a instalação de uma delegacia da mulher em Itaporanga para o atendimento às mulheres locais e regionais vítimas de violência. 

A Câmara também aprovou um requerimento de autoria do vereador Márcio Rodão, que solicita do 13º Batalhão da Polícia Militar a reativação do posto policial do conjunto Chagas Soares, o retorno da patrulha policial motorizada e o aumento de efetivo como meio de tentar coibir o grande número de furtos e roubos que vem acontecendo no município, de acordo com o parlamentar mirim. Ainda na sessão, um projeto de lei de autoria do vereador Jailson de Zeca que determina a suspensão da cobrança da contribuição da iluminação pública durante o período da pandemia foi retirado de pauta por um pedido de vista do vereador Hélio do Bar, que é líder do prefeito no parlamento. 

*reprodução, mediante autorização prévia da Fonte
.