sábado, 29 de agosto de 2020

Análise: Com quem o PP de Aguinaldo e Daniella marchará nas eleições de 2022?

A avaliar pelo andar da carruagem, o Progressistas na Paraíba tem tudo para sair um partido vitorioso nas duas principais cidades do Estado. Em João Pessoa, conta com o apoio do Cidadania e, de quebra, do governador João Azevêdo. Em Campina Grande, conseguiu novamente se consolidar na vaga de vice na disputa pela sucessão municipal, com a indicação de Lucas Ribeiro para postular a vaga que hoje já pertence ao partido na figura do presidente estadual da sigla, Enivaldo Ribeiro, com o aval do atual prefeito Romero Rodrigues (PSD) e também do grupo Cunha Lima, do PSDB, que é comandado pelo ex-senador Cássio.

Se obtiver êxito nessas duas cidades, Aguinaldo e família Ribeiro terão um abacaxi para descascar nas próximas eleições. Isso porque dos dois lados (leia-se, nas duas cidades) há nomes que não apenas querem, como vão lançar filiados para a disputa pela Governo da Paraíba. João é candidato nato à reeleição, já Romero não esconde o sonho de administrar a Paraíba.
Leia Também:

Afinal, com quem o Progressistas marchará em 2022?
É certo que cada dia tem sua agonia, mas, para que as articulações de hoje deem certo, na mesa também são colocadas cartas futuras, a fim de amarrar parcerias e costurar alianças.

SAI NA FRENTE
Falando em Campina Grande, o grupo de Romero saiu na frente mais uma vez e é, até agora, o único grupo da cidade a oficializar o nome do vice na chapa majoritária. A cidade se antecipou até mesmo à Capital, que das dezesseis pretensas postulações, nenhuma, até agora, indicou seu companheiro de chapa.

SOLIDARIEDADE
Outro impasse nas articulações vive a sigla de Manoel Júnior, na Capital. É que em vez de ser ‘solidário’ ao filiado da sigla, João Almeida, que sonha em disputar a prefeitura de João Pessoa, a executiva na Paraíba trabalha para empenhar a força e o tempo de guia eleitoral da sigla em apoio à pré-candidatura do deputado federal Ruy Carneiro, do PSDB.

O presidente Manoel Júnior já está em conversas avançadas com o tucano e pode, inclusive, emplacar a vice na chapa do tucano, mantendo o partido na vaga que hoje pertence ao SD.

EM PATOS
Nem Nabor nem Tarciano Diniz. Sobrou para Ivanes Lacerda, do PRB, atual prefeito a missão de disputar a reeleição.

E JULIAN?
A imprensa nacional revelou que Bolsonaro pediu a ‘cabeça’ do vice-presidente nacional do PSL, Julian Lemos, como condição para voltar a fazer parte do partido. Será que Julian vai colocar a cabeça a prêmio só para satisfazer a vontade do presidente?

Em troca de que Julian faria tão grande sacrifício?

NA AGULHA
Os municípios de Taperoá e Mamanguape podem ter novos prefeitos antes mesmo das eleições municipais de 15 de novembro. As Câmaras das duas cidades podem realizar eleições indiretas a qualquer momento em atendimento a decisões judiciais por conta das irregularidades nas atuais administralções.

SALUTAR E OPORTUNA
Por falar em eleições, o Tribunal Superior Eleitoral já decidiu e o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba já deliberou que realização das eleições 2020 acontecerão em horário ampliado. Começarão às 7h e terminarão às 17h a fim de dar maior segurança e conforto em meio à pandemia do coronavírus. Assim, quem quiser votar mais cedo, está liberado.

“A decisão de esticar o horário em uma hora na minha concepção foi salutar e oportuna, sobretudo em um momento atípico como este em que vivemos em meio a uma pandemia. Esse novo horário irá permitir que os eleitores do grupo de risco possam exercer o direito ao voto de uma forma mais confortável. Vamos participar com segurança e tranquilidade”, destacou o presidente do TRE, Zé Ricardo Porto.


Márcia Dias
PB Agora