segunda-feira, 11 de maio de 2020

Teste para Covid-19 é ofertado para pacientes que atendem aos critérios do Ministério da Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece que os testes referentes ao novo coronavírus (Covid-19) são ofertados apenas na rede pública, para pacientes que se encaixem no quadro clínico determinado pelos critérios do Ministério da Saúde. Para fazer o teste é preciso apresentar algum dos seguintes critérios:

Viajante: pessoa que apresente febre E pelo menos um dos sinais ou sintomas respiratórios (tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza, saturação de O2 < 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia) Ecom histórico de viagem para país com transmissão sustentada OU área com transmissão local nos últimos 14 dias; 
Contato Próximo: pessoa que apresente febre OU pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza, saturação de O2 < 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia) E histórico de contato com caso suspeito ou confirmado para COVID-19, nos últimos 14 dias;
Contato Domiciliar: pessoa que manteve contato domiciliar com caso confirmado por COVID-19 nos últimos 14 dias E que apresente febre OU pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para deglutir, dor de garganta, coriza.

É importante que a população procure o serviço de saúde correto, de acordo com a gravidade do quadro. Em caso de dúvidas a SES disponibiliza o plantão 24h através do telefone 99146-9790. Para os pacientes com histórico de contato com casos suspeito ou confirmado, ou histórico de viagem para as regiões com transmissão comunitária da doença e que apresente sintomas de febre e pelo menos mais um sintoma de gripe (coriza, dor de garganta, tosse, espirro) deve ser procurado a rede de atenção básica para notificação e realização do exame.

A SES reforça que o hospital deve ser buscado apenas nos casos graves, ou seja, por pacientes que apresentem sintomas graves como falta de ar. A população que tiver acesso a rede de saúde suplementar (planos de saúde) pode recorrer à clínicas particulares e consultórios. O médico notificará ao município que deverá fazer a coleta do caso suspeito.

A Secretaria enfatiza também que os critérios para teste e atendimento são estabelecidos pelo Ministério da Saúde e garantem o atendimento adequado a população. A Paraíba segue sem caso confirmado do Covid -19 e, por conseguinte, não é uma área de transmissão sustentada. A SES vem atuando desde o final de janeiro para fortalecer a vigilância e minimizar o impacto deste vírus na saúde dos paraibanos.

oblogdepianco.com.br