segunda-feira, 11 de maio de 2020

Secretário de saúde de Piancó testa negativo pra COVID-19; entenda

O secretário de saúde da cidade de Piancó, Antonio Leite Neto, na última semana, postou em suas redes sociais uma Nota, que por ter mantido contato pessoal com pessoa infectada pelo novo Coronavírus, teve que se afastar do trabalho prensencial, para poder fazer o teste rápido da COVID-19 e não colocar em risco sua equipe de trabalho. 

Apesar de não ter tido nenhum sintoma, Antonio Leite se resguardou em quarentena, até que o resultado do seu dignóstico fosse finalizado. 

Nesta segunda-feira, 11 de maio, o resultado saiu e foi negativado (Amostra não reagente). Ou seja: o secretário não é portador do vírus e, para que não pairem dúvidas sobre a transparência com que o mesmo vem exercendo em sua pasta, resolveu dá publicidade do teste e mostra o seu caráter profissional, diante da Pandemia do novo Coronavírus, e para que não reste nenhuma dúvida sobre sua condição física.

A secretaria de saúde divulga o Boletim Epidemiológico a partir das constatações do Lacen-PB, que baliza as políticas públicas de saúde em todo o Estado, como o isolamento social, e serve como um termômetro da circulação viral, na cidade de Piancó.


Profissionais que atuam na área da saúde na cidade de Piancó, que apresentem sintomas de Covid-19, farão testes rápidos para diagnosticar infecções pelo novo Coronavírus.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a OMS estão prestando apoio técnico ao Brasil e outros países, na preparação e resposta ao surto de COVID-19.

As medidas de proteção são as mesmas utilizadas para prevenir doenças respiratórias, como: se uma pessoa tiver febre, tosse e dificuldade de respirar, deve procurar atendimento médico assim que possível e compartilhar o histórico de viagens com o profissional de saúde; lavar as mãos com água e sabão ou com desinfetantes para mãos à base de álcool; ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço – em seguida, jogar fora o lenço e higienizar as mãos.

Os coronavírus são a segunda principal causa do resfriado comum (após rinovírus) e, até as últimas décadas, raramente causavam doenças mais graves em humanos do que o resfriado comum.

Há sete coronavírus humanos (HCoVs) conhecidos, entre eles o SARS-COV (que causa síndrome respiratória aguda grave), o MERS-COV (síndrome respiratória do Oriente Médio) e o SARS-CoV-2 (vírus que causa a doença COVID-19).

oblogdepianco.com.br