domingo, 10 de maio de 2020

Médica e ex prefeita Flávia Galdino fala sobre a COVID-19 e os cuidados que a população piancoense devem tomar; assista ao vídeo




Neste sábado, dia 09 de maio, a médica e ex prefeita da cidade de Piancó, Dra. Flávia Serra Galdino, abriu uma live em sua página no Facebook, onde interagiu com a população, abordando temas relacionados ao novo Coronavírus e colocando pra população alguns pre requisitos para se evitar o contágio dessa doença que tomou conta da população mundial e chega com maior intensidade na cidade de Piancó, nesses últimos dias. A médica falou sobre o novo quadro em Piancó, que agora está com 04 (quatro) casos oficial da COVID-19.  A Dra. Flávia abordou com muita preocupação o uso da máscara por todos que precisem sair de casa para buscar executar alguma atividade na cidade. "O Coronavírus em nosso Município não é só mais uma estatística". Os sintomas da COVID-19 podem variar de um simples resfriado até uma pneumonia severa. Sendo os sintomas mais comuns: Tosse, Febre, Coriza, Dor de garganta e Dificuldade para respirar.

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de: Toque do aperto de mão;  Gotículas de saliva; Espirro, Tosse, Catarro. Objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclado de computador, etc.

Diagnóstico

O diagnóstico da COVID-19 é realizado primeiramente pelo profissional de saúde que deve avaliar a presença de critérios clínicos:

Pessoa com quadro respiratório agudo, caracterizado por sensação febril ou febre, que pode ou não estar presente na hora da consulta (podendo ser relatada ao profissional de saúde), acompanhada de tosse OU dor de garganta OU coriza OU dificuldade respiratória, o que é chamado de Síndrome Gripal.
Pessoa com desconforto respiratório/dificuldade para respirar OU pressão persistente no tórax OU saturação de oxigênio menor do que 95% em ar ambiente OU coloração azulada dos lábios ou rosto, o que é chamado de Síndrome Respiratória Aguda Grave

Caso o paciente apresente os sintomas, o profissional de saúde poderá solicitar exame laboratoriais:

De biologia molecular (RT-PCR em tempo real) que diagnostica tanto a COVID-19, a Influenza ou a presença de Vírus Sincicial Respiratório (VSR).
Imunológico (teste rápido) que detecta, ou não, a presença de anticorpos em amostras coletadas somente após o sétimo dia de início dos sintomas.

O diagnóstico da COVID-19 também pode ser realizado a partir de critérios como: histórico de contato próximo ou domiciliar, nos últimos 7 dias antes do aparecimento dos sintomas, com caso confirmado laboratorialmente para COVID-19 e para o qual não foi possível realizar a investigação laboratorial específica, também observados pelo profissional durante a consulta.


oblogdepianco.com.br