sexta-feira, 1 de maio de 2020

Agentes penitenciários e PMs evitam morte na cadeia de Piancó; briga e colchões queimados

Uma briga entre apenados, por pouco não terminou em morte na tarde desta quinta-feira(30), na cadeia pública de Piancó.

Romário Ângelo de Oliveira, 22 anos, natural de Igaracy, acusado de tráfico de drogas e roubo, Marcos Antonio Ferreira, 26 anos, natural de Patos, acusado de roubo e vários crimes e Manoel Ferreira Junior, 27 anos de idade, natural de Santana dos Garrotes, acusado de estupro.

Romário e Marcos espancaram violentamente Manoel Ferreira, em seguida atearam fogo em colchões, desencadeando um principio de motim. Segundo informações, José Raí Pereira também se envolveu no episódio.

Os agentes penitenciários entraram em ação e com ajuda da PM, contornaram a situação, que por pouco não terminou na morte de Ferreira. Foi preciso vários disparos de arma e uso de spray de pimenta para conter os envolvidos.

Romário e Marcos são considerados perigosos e acusados de produzir e consumir cachaça artesanal, fabricada com restos de frutas, pão e bolachas.

O diretor da cadeia Antonio Henrique, informou que o caso será comunicado a Secretária de Administração Penitenciária do Estado.


ValeNewsPB