segunda-feira, 13 de abril de 2020

Promotor vai apurar caso de idosa que morreu de Coronavírus ao sair de Piancó

Fonte PatosOnline

O promotor de Justiça do Ministério Público da Paraíba (MPPB) na cidade de Patos, Uirassú Medeiros, confirmou na última quinta-feira (09) que foi provocado pela Promotoria de Justiça de Santa Luzia-PB, a qual instaurou um procedimento para apurar se houve algum tipo de negligencia que influenciou na morte de uma mulher de 86 anos, natural de Junco do Seridó-PB.

A idosa estava com Covid-19 e procurou atendimento no Complexo Hospitalar Regional Deputado Jandhuy Carneiro, em Patos, mas foi encaminhada para o Hospital Regional Wenceslau Lopes, no município de Piancó, e, posteriormente, morreu após outra tentativa de transferência.

De acordo com Uirassú, a orientação de transferência da paciente para o Hospital de Piancó foi feita pela central de regulação para os casos de coronavírus, existente em João Pessoa.

O promotor afirmou não dispor da informação se havia a estrutura e leitos necessários para o atendimento da paciente no Complexo de Patos. Medeiros também argumentou que o estado tomou uma decisão política de concentrar os casos suspeitos em João Pessoa e Campina Grande.

O caso
A idosa, que era portadora de diabetes, meningioma e glaucoma, apresentou os sintomas do novo coronavírus no dia 25 de março. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Piancó, mas morreu ao ser removida para uma outra unidade, localizada na capital João Pessoa, referência em caso de Covid-19.