quarta-feira, 4 de março de 2020

Mudanças climáticas favorecem o começo de casos de virose em Piancó e no Vale


(Imagem meramente ilustrativa)
A mudança no tempo pegou muita gente de surpresa e trouxe complicações para o corpo de muitas pessoas. A estação muda e com ela aparecem os primeiros sinais de que algo está errado. Com isso, muita gente tem buscado  a UPA e o Hospital Wenceslau Lopes, em Piancó, com  sintomas de virose. 

Todos os dias, mais precisamente na Unidade de Pronto Atendimento com sede na cidade de Piancó e que atende a todo o Vale, tem sido frequente o número de pessoas (crianças, adolescentes, gestantes e idosos), que buscam atendimento médico nessas unidades de saúde. A UPA – Unidade de Pronto Atendimento (24H) tipo 2, tem atendimentos de baixa e média complexidade. O Hospital Regional Wenceslau Lopes,  atende  mais especificamente, casos de urgência e emergência.

São sintomas diferentes para cada pessoa, e a orientação médica é sempre procurar atendimento em uma unidade de saúde quando sentir algo diferente no corpo e nunca fazer a automedicação em casa.

Virose
Também conhecida como gastroenterocolite aguda, a virose é uma infecção do sistema digestivo e causada por vírus. A principal via de contaminação é a ingestão de água e alimentos contaminados com fezes, ou seja, é oral-fecal.

Por isso, no período chuvoso é tão comum os hospitais e postos de saúde receberem inúmeros casos de viroses. 

Seus sintomas mais comuns são: Diarreia, vômito, mal-estar, desconforto abdominal e falta de apetite.

A virose não dura mais que dois dais, porém, se não for tratada corretamente, pode progredir para casos de desidratação, devido à perda de líquidos causada pela diarreia e pelo vômito.

O tratamento é sintomático, ou seja, voltado para aliviar os sintomas. A manutenção da hidratação é fundamental, até que o paciente se restabeleça.

oblogdepianco.com.br