quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Mônica Tejo Cavalcanti, foi nomeada para dirigir o Instituto Nacional do Semiárido em Campina Grande


A professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Mônica Tejo Cavalcanti, foi nomeada para dirigir o Instituto Nacional do Semiárido (INSA), do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

A cessão da professora para ocupar o cargo foi publicada no Diário Oficial da União na última sexta-feira (21), assinada pelo Reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Vicemário Simões.

Já a nomeação saiu na edição que circulou nesta quarta-feira (26) e foi assinada pelo Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.
“Estou assumindo a diretoria geral do Instituto Nacional do Semiárido com a missão de catalisar o desenvolvimento regional, bem como, promover uma maior articulação entre a tríplice hélice e ainda propor um modelo de gestão disruptiva. O desafio é enorme, mas com o apoio de vários parceiros conseguiremos dar continuidade as ações do instituto”, destacou a professora Mônica Tejo.

O deputado estadual e presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Eduardo Carneiro (PRTB), parabenizou a professora e destacou a possibilidade de parcerias para construção e desenvolvimento do empreendedorismo paraibano.

Eduardo lembrou que ela é uma das responsáveis pelo levantamento e do plano de ação para projetar o mapeamento das potencialidades da região do Brejo, criando um roteiro da cachaça e da rapadura.

O Insa é uma unidade de pesquisa integrante do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com enfoque no Semiárido brasileiro.

Como uma instituição federal de pesquisa, articula, realiza, promove e divulga Ciência, Tecnologia e Inovação como patrimônios universais para o bem da sociedade e, particularmente, do Semiárido brasileiro. O Instituto também tem inserção internacional como correspondente científico do Brasil junto à Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD).

Currículo – Professora associada da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG); pesquisadora do CNPq em desenvolvimento tecnológico; atua no programa de Pós Graduação de Sistemas Agroindustriais na modalidade Acadêmico Profissional; possui graduação em Farmácia; mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos; Doutorado em Engenharia de Processos; MBA em Empreendedorismo e Inovação.