quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Papa Francisco pede perdão por tapa em mão de fiel que o puxou no Vaticano

Reprodução/Twitter
O papa Francisco pediu perdão publicamente, nesta quarta-feira, por ter repreendido no dia anterior uma mulher que o puxou enquanto ele cumprimentava fiéis na Praça de São Pedro.

This evening after visiting the Nativity scene in St. Peter's Square, Pope Francis loses his cool after being grabbed by a pilgrim who wouldn't let go of his hand. The Pope repeated slapped her hand and told her to let go of him. pic.twitter.com/6Qrgh8aZKz

— Catholic Sat (@CatholicSat) December 31, 2019

“Muitas vezes perdemos a paciência, eu também. Peço perdão pelo mal exemplo de ontem”, afirmou o líder religioso na varanda do palácio apostólico e momentos antes da reza do Angelus.

O pontífice celebrou a primeira missa do ano na Basília de São Pedro e pregou uma homília na qual condenou a violência, a humilhação e as ofensas frequentemente sofridas pelas mulheres.

Depois, o papa compareceu ao palácio apostólico para rezar o Angelus junto com os fiéis concentrados na praça e aproveitou a ocasião para se desculpar pela reação do dia anterior.

A mulher em questão estava atrás das barreiras de segurança, como os outros fiéis, e puxou repentinamente o papa Francisco quando ele se aproximou. Irritado, o pontífice deu tapas na mão da mulher e se retirou cercado pelos seguranças, que não precisaram interferir.

*Com Agência Brasil