sábado, 25 de janeiro de 2020

João Azevedo diz que OSs têm prazo para encerramento de serviços na área da Educação na PB

Foto: paraibaonline
Em entrevista para a Rádio Correio FM, o governador João Azevêdo (sem partido) disse na sexta-feira (24) que a manutenção de organizações sociais (OSs) na área da Educação têm prazo para acabar.

De acordo com João Azevêdo, após o período de seis meses estabelecidos para a prorrogação de contratos das OSs, o Governo da Paraíba fará mudanças e realizará um procedimento licitatório para contratação de empresas.

– Vamos acabar definitivamente com a relação entre poder público estadual e OSs – disse.

As empresas, de acordo com o governador, vão substituir as OSs na Educação no papel de fornecer mão-de-obra para as escolas da rede pública estadual.

O caso da Educação é diferente da área Saúde.

– Na Saúde, as OSs são contratadas para fazer a gestão de toda a unidade. A OS cuida da gestão de um hospital inteiro: da contratação de pessoal ao fornecimento dos insumos – pontuou.

Na área da Saúde, o governador explicou que já houve a rescisão e a suspensão imediata de todos contratos com OSs devido às revelações de corrupção descobertas no âmbito da Operação Calvário.

O encerramento dos contratos está previsto para o final de fevereiro, quando a área da Saúde vai passar a ser gerida pelo próprio Estado, até que a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprove a criação da Fundação PB Saúde.