terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Ricardo Coutinho é alvo de mandado de prisão na Operação Calvário

Ricardo Coutinho (Foto: Arquivo/CORREIO)
Foi deflagrada, na manhã desta terça-feira (17), a sétima fase da Operação Calvário, batizada como ‘Juízo Final’. Cerca de 350 policiais federais, procuradores da República e auditores da Controladoria-Geral da União cumprem 54 mandados de busca e apreensão e 17 mandados de prisão preventiva nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Goiânia e Paraná.

A Polícia Federal não divulgou a lista completa dos investigados nesta fase da Operação Calvário, mas a TV Correio apurou com exclusividade que estão entre os alvos de mandados de prisão preventiva o ex-governador Ricardo Coutinho; a deputada estadual Estela Bezerra; a prefeita de Conde, Márcia Lucena; o ex-procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro; a ex-secretária da Saúde do Estado, Claudia Veras; o ex-secretário de Planejamento, Waldson de Souza; e Coriolano Coutinho, irmão de Ricardo Coutinho.

A etapa ‘Juízo Final’ apura desvio de R$ 134,2 milhões de recursos públicos destinados aos serviços de saúde na Paraíba por meio de fraudes em procedimentos licitatórios e em concurso público, corrupção e financiamento de campanhas de agentes políticos, bem como superfaturamento em equipamentos, serviços e medicamentos. As investigações apontam que, do montante desviado, R$ 120 milhões teria sido usado para financiar campanhas eleitorais de 2010, 2014 e 2018.