domingo, 19 de julho de 2020

Piancó ultrapassa 100 casos de pessoas testadas positivo para a Covid-19 e redobra os protocolos

Boletim Epidemiológico divulgado às 08:00h da manhã desse domingo (19/07) chamou atenção da população piancoense que, mesmo com todos os protocolos que o município vem adotando e cumprindo, os casos de pessoas infectadas pelo novo Coronavírus, continua aumentando. Agora são, oficialmente, 103 Casos Confirmados; 22 em tratamento domiciliar; 77 Casos de pessoas em recuperação e 03 óbitos. Convém, no entanto, não baixar a guarda. Depois de tanta insistência e tanto tempo de quarentena, o tal “novo normal” exigirá acompanhamento minucioso, com a flexibilização do comércio local e já na próxima segunda-feira, dia 20, o município estará realizando a feira livre, tradicional, na cidade. Os cuidados serão redobrados! O prefeito Daniel Galdino diz que a retomada gradual de atividades está sendo feita de forma responsável e calculada.

Medidas de proteção: Lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel e cobrir a boca com o antebraço quando tossir ou espirrar (ou utilize um lenço descartável e, após tossir/espirrar, jogue-o no lixo e lave as mãos).

Se uma pessoa tiver sintomas menores, como tosse leve ou febre leve, geralmente não há necessidade de procurar atendimento médico. O ideal é ficar em casa, fazer autoisolamento (conforme as orientações da Secretaria Municipal de Saúde) e monitorar os sintomas. Procure atendimento médico imediato se tiver dificuldade de respirar ou dor/pressão no peito.

O Ministério da Saúde tem feito ajustes nas definições de casos suspeitos de contaminação pelo Covid-19
O Protocolo para os casos suspeitos de contaminação pelo vírus, mudou. Até então, somente as pessoas que apresentavam febre acima de 37,8 graus, sintomas de gripe ou com tosse e que tivessem tido contato com pessoas contaminadas ou viajaram para locais onde há casos confirmados da doença eram consideradas como suspeitas de estarem com o coronavírus.

As recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:
  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
  • Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas.
  • Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize sempre as mãos como já indicado.
  • Mantenha distância mínima de 1 (um) metro entre pessoas em lugares públicos e de convívio social. Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.
  • Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outro objetos que são utilizados com frequência.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos.
  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.
  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas.
  • Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, busque orientação pelos canais on-line disponibilizados pelo SUS ou atendimento nos serviços de saúde e siga as recomendações do profissional de saúde.
  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.
  • Recomenda-se a utilização de máscaras em todos os ambientes. As máscaras de tecido (caseiras/artesanais), não são Equipamentos de Proteção Individual (EPI), mas podem funcionar como uma barreira física, em especial contra a saída de gotículas potencialmente contaminadas.
oblogdepianco.com.br