domingo, 1 de setembro de 2019

UFPB recebe garantia de repasses e retira ameaça de fechamento

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) não fechará mais as portas em setembro. Isso porque a reitora Margareth Diniz recebeu uma garantia do secretário de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC), Arnaldo Barbosa, de que os recursos contingenciados pelo órgão deverão ser liberados paulatinamente.

O valor bloqueado pelo governo federal para UFPB foi de R$ 44 milhões, o que provocaria, a partir de setembro, a paralisação das atividades. Até julho, a instituição recebeu apenas 48% do crédito orçamentário.

“O secretário foi na Andifes (Associação Nacional dos dirigentes das IFES) e disse que iria descontingenciar o bloqueio paulatinamente e que a PLOA (Prévia Lei Orçamentária Anual) 2020 seria igual a 2019, no entanto, o documento encaminhado ao Congresso precisa ser analisado e o GT (Grupo de Trabalho) da Andifes está pregando um documento, para analisarmos”, disse a reitora

Ainda segunda Diniz, a primeira liberação de parte dos recursos que socorrerá a UFPB, deve acontecer até o fim de setembro.

A UFPB é responsável por acolher quase 35 mil estudantes e é considerada ‘Top 11’ na América do Sul em qualidade e impacto de produção científica.

MaisPB