segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Piancó realiza o 'Setembro Amarelo' com rodas de conversas sobre o assunto, plantões psicológicos e, no dia 27, teremos a 3ª Caminhada pela Vida

O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, por iniciativa da International Association for Suicide Prevention. Durante o mês da campanha, costuma-se iluminar locais públicos com a cor amarela.

Mundialmente, o IASP – Associação Internacional para Prevenção do Suicídio estimula a divulgação da causa, vinculado ao dia 10 do mesmo mês no qual se comemora o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio.

A Campanha esse ano em Piancó, mais uma vez, vai tratar o Setembro Amarelo, com o mesmo intuíto de se fazer chegar as pessoas, essa realidade que a cada dia está mais presente na região do Vale do Piancó. Conforme os coordenadoresm do 'Setembro Amarelo' em Piancó, "O suicídio é um problema de saúde pública e atualmente é considerado tabu pela sociedade. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer".

Com o tema "Falar é a Melhor Solução", a Prefeitura de Piancó, por meio da Secretaria de Saúde, realiza, neste Setembro Amarelo - mês de valorização a vida e prevenção ao suicídio, eventos de conscientização e combate a esse mal silencioso, como rodas de conversas sobre o assunto, plantões psicológicos e, no dia 27, teremos a 3ª Caminhada pela Vida de Piancó. "Participe com a gente e vamos unir forças nessa luta".

Entendendo o suicídio - Saber, agir e prevenir
O suicídio é um fenômeno complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Mas o suicídio pode ser prevenido! Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo. Por isso, fique atento(a) se a pessoa demonstra comportamento suicida e procure ajudá-la.

As pessoas com pensamentos suicidas podem se isolar, não atendendo a telefonemas, interagindo menos nas redes sociais, ficando em casa ou fechadas em seus quartos, reduzindo ou cancelando todas as atividades sociais, principalmente aquelas que costumavam e gostavam de fazer.

Antonio Cabral (DRT-PB 3085)
Com Assessoria