sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Para João, perdas de quadros do PSB reforçam tese de que a dissolução de diretório foi um erro

O governador João Azevêdo esteve nesta quinta-feira (19) em Campina Grande e comentou as recentes perdas que o PSB vem sofrendo na Paraíba após a exposição de uma crise interna no Diretório Estadual da legenda. Em entrevista à imprensa local, ele considerou que estas perdas reforçam a ideia de que o caso não foi conduzido da forma adequada.

“Filiados anunciando a saída do partido, prefeitos anunciando a saída, presidentes de diretórios entregando o cargo porque, com certeza, não foi a melhor maneira nem a melhor forma de conduzir uma questão interna do partido”, comentou o governador.

João considera que “primeiro, se é uma questão interna ela tem que ser resolvida internamente. Por maior respeito que eu tenho a todos vocês, eu jamais trataria de um problema primeiro com vocês para depois levar par ao partido e eu acho que esse foi o grande erro”.

As declarações de João Azevêdo foram feitas após a divulgação de uma carta-renúncia feita por Ronaldo Barbosa, que era presidente do Diretório Municipal do PSB em João Pessoa. O governador considera que a renúncia coletiva no Diretório Estadual da legenda na tentativa de promover a dissolução da executiva foi uma decisão equivocada. De acordo com ele, o diálogo teria evitado uma decisão autoritária como a que foi tomada.

ClickPB