sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Em Piancó, Plataforma de Coleta de Dados para monitorar o nível do Rio Piancó é instalada sobre a ponte

(Imagem/crédito: Antonio Cabral)
O monitoramento do nível dos rios da Paraíba ganhou reforço com a chegada de  equipamentos de última tecnologia ao Estado. Tratam-se dos sensores do tipo radar, que utilizam o sistema doppler para medir o nível de água dos corpos hídricos. O  sensor, conforme as informações obtidas pelo OBlogdePianco,  fora cedido pela Agência Nacional de Águas (ANA) à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e complementam o trabalho de monitoramento hidrometeorológico realizado pela AESA.

Inaugurada em 2009, a Sala de Situação da Agência Nacional de Águas (ANA) monitora e analisa a evolução das chuvas, dos níveis e da vazão dos principais rios, reservatórios e bacias hidrográficas. Todas as informações são compartilhadas por meio de boletins e de sistemas de monitoramento, servindo de suporte para a decisão das autoridades responsáveis pela gestão de eventos hidrológicos críticos no País. Assim, a ANA participa do planejamento e promove ações destinadas à prevenção e redução dos efeitos das secas e inundações no Brasil.

SAR - SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DE RESERVATÓRIOS
Com o intuito de conceber um sistema operacional que reunisse e organizasse os dados operativos dos reservatórios do Brasil, a Agência Nacional de Águas criou em 2013 o Sistema de Acompanhamento de Reservatórios – SAR.

Lançado oficialmente em 2014, o SAR, consiste em uma plataforma web que permite, de forma prática e eficiente, o acompanhamento da operação dos principais reservatórios do Brasil subsidiando gestores de recursos hídricos a tomarem medidas para garantir a segurança hídrica em suas regiões.

A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) já instalou quatro plataformas de coletas de dados  ao longo do curso do rio Paraíba que informam, via internet, a quantidade de água que sai da cidade de Monteiro e chega no açude Epitácio Pessoa, no município de Boqueirão.

Conforme nossas primeiras informações, o equipamento instalado na ponte sobre o Rio Piancó, em Piancó, também tem o objetivo de modernizar o monitoramento, com os radares  ou Plataformas de Coleta de Dados (PCDs), instalados.  A coleta precisa de informações auxilia a monitorar o nível dos corpos hídricos (informações fundamentais em épocas de estiagem) e no planejamento de ações para assegurar a manutenção da água em quantidade e qualidade para seus diversos usos.

Estações modernas alimentadas por meio de placas de energia solar, as PCDs transmitem dados, via satélite, para a Sala de Situação, localizada na Semarh, que os divulga em forma de um boletim diário publicado no site da secretaria, além de enviar simultaneamente para a ANA.

A nossa Redação está buscando contato com a AESA no sentido de obter maiores informações sobre essa Plataforma instalada na última quarta-feira (11/09) na Ponte sobre o Rio Piancó, na BR-361.