sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Com 'Rompimento' oficializado, João vai mexer nos cargos do Estado em Piancó

Uma entrevista concedida pelo ex Ricardo Coutinho incendiou, ainda mais, o arraial do PSB. O ex-governador disse ter sido o responsável pela eleição de um governador (João Azevedo), um senador (Veneziano), 22 deputados estaduais e oito federais. Também ironizou que tinha deputado “que fazia papel de bobo da corte, e nunca passou de quatro mil votos”. (Blog do Helder Moura)

“Só acredito em rompimento quando João exonerar todos os cargos ligados a Ricardo”, diz deputado

Ao analisar o atual cenário envolvendo o PSB paraibano, o deputado estadual Wallber Virgolino (Patriotas), colocou em suspeita o rompimento entre o governador João Azevedo e o ex Ricardo Coutinho. “Só acredito em rompimento quando João exonerar todos os cargos ligados a Ricardo”, disse Wallber.

Para o parlamentar, o rompimento estará concretizado quando o Diário Oficial do Estado trouxer exonerações na Secretaria de Educação, Saúde, Fundac e Segurança Pública. “A gente precisa que João Azevedo saia da retórica e entre na ação”, disse. “Dizer que rompeu só de boca e não acontecer anda! As secretarias continuam dominadas por pessoa do núcleo duro de Ricardo Coutinho”, completou.

Cargos em Piancó serão modificados
Conforme pessoas próximas ao governador João Azevedo, uma relação de órgãos públicos no Sertão que tiveram a indicação de deputados (as) ligadas ao ex governador Ricardo Coutinho, terão que decidir, através das suas lideranças locais, seus posicionamentos políticos a partir de agora. João poderá vir a se filiar ao MDB de Zé Maranhão ou ao DEM de Efraim Morais, e há cogitações sobre a ida dele para o PSD. Caso se confirme a troca de partido - que será questão de dias -, as mudanças nos cargos do Estado nas pequenas cidades serão modificados e aqueles que se firmarem em concordância com o governador João Azevedo, passarão a indicar os nomes que virão a assumir as funções, a exemplos de, no caso de Piancó, Diretor da  7ª Gerência Regional de Saúde; Diretor do Hospital 'Wenceslau Lopes'; Diretores das Escolas 'Adhemar Leite' e 'Santo Antonio', além de outras funções que são de indicação do governador. 

As especulações dão conta de que o deputado Dr. Taciano (Avante) já está em conversa com João Azevedo a respeito dos cargos no Vale do Piancó. O deputado federal Gervásio Maia (PSB) que até então indicou alguns nomes para cargos em Piancó, a partir de agora perde seu 'fórum privilegiado' e os nomes indicados por ele, estão a disposição do governador para substituição. 

Há indícios de que prefeitos do Vale do Piancó, que votaram favorável e contra a candidatura de João, se articulam para reunir-se com o governador e tratar de temas relacionados a projetos na região e, sobre as novas indicações de nomes para substituir aqueles indicados por aliados do ex Ricardo Coutinho. Falam até que há a possibilidade, caso João faça a opção de se filiar ao MDB do senador Zé Maranhão, que o prefeito Daniel Galdino (PSD) e sua mãe, a ex-prefeita Flávia Serra Galdino (MDB) se encontrem com JA e a partir daí, haverá uma 'revolução' política com uma evolução visando as eleições de 2020.

É esperar pra ver...