quarta-feira, 7 de agosto de 2019

PARQUE SANHAUÁ: Iphaep pode gerar “guerra” entre governo do Estado e a Prefeitura de João Pessoa; Entenda

O governador João Azevedo está prestes a ser desmoralizado ou iniciando uma guerra com a Prefeitura de João Pessoa. O problema em questão é o projeto do Parque Sanhauá.

Desde o início da tarde desta terça-feira, a diretora do Instituto do Patrimônio História da Paraíba (Iphaep), Cassandra Figueiredo, mobiliza integrantes do conselho do órgão para uma assembleia extraordinária nesta quarta-feira. O único tema em pauta é o projeto do Parque Sanhauá, que já sofreu embargo do Iphaep. As informações de bastidores são de que a diretora do Iphaep trabalha para novamente embargar a obra.

A decisão de suspender o embargo há dois meses foi do governador João Azevedo. À época, a diretora do Iphaep não gostou a decisão do governador, defendendo o embargo a qualquer custo. Ela tem ligações políticas com os deputados e vereadores do PSB e que têm se manifestado contra ações do prefeito Luciano Cartaxo no Centro Histórico.

Não se sabe se o governador João Azevedo está informado das articulações e manobras da diretora do Iphaep. Se não está informado, será tomado de surpresa e pode ser desmoralizado com a possível decretação do embargo. Se o governador acompanha o concorda com o embargo do Parque Sanhauá, poderá estar iniciando uma guerra com a Prefeitura de João Pessoa, já que o governo também tem obras a serem iniciadas na Capital.

Política&etc