terça-feira, 4 de junho de 2019

Recargas de Coremas/Mãe Dágua em 2019 ficam menores que em 2018

Em previsão já realizada no mês de janeiro pelo físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira, um dos principais impactos do atual fenômeno El Niño esse ano seria nos maiores reservatórios de água do sertão do Estado. Açudes como Coremas, Mãe d' Água, Engenheiro Ávidos, Lagoa do Arroz e Açude Cachoeira dos Cegos teriam recargas em 2019 menores que ano passado, essa previsão só não se confirmou para o reservatório Cachoeira dos Cegos que em 2019 teve recarga maior que em 2018.

O estudioso do clima e várias áreas da Física Rodrigo Cézar Limeira apresenta um comparativo entre as recargas dos 02 maiores açudes do Sertão da Paraíba, entre ano passado e esse ano, segundo dados oficiais do Governo do Estado, que sofreram uma atualização significativa nos últimos dias:

Açude de Coremas: o citado manancial em 28/01/2018 tinha 21,62 milhões de metros cúbicos de água. Quando terminou o período chuvoso no mês de maio de 2018, o manancial tinha 118,49 milhões de metros cúbicos de água.

O açude de Coremas teve, portanto, uma recarga de aproximadamente 96,87 milhões de metros cúbicos no período chuvoso de 2018.

No início do período chuvoso desse ano, mais precisamente dia 16/02/2019 o Açude de Coremas tinha 49,71 milhões de metros cúbicos de Água. Em maio de 2019, o manancial atingiu 116,19 milhões de metros cúbicos de água.

O açude de Coremas teve, portanto, uma recarga de aproximadamente 66,48 milhões de metros cúbicos no período chuvoso de 2019.

Barragem de Mãe d’ Água: o citado manancial em 28/01/2018 tinha 15,89 milhões de metros cúbicos de água. Quando terminou o período chuvoso no mês de maio de 2018, o manancial tinha 57,68 milhões de metros cúbicos de água.

A Barragem de Mãe d’ Água teve, portanto, uma recarga de aproximadamente 42 milhões de metros cúbicos no período chuvoso de 2018.

No início do período chuvoso desse ano, mais precisamente dia 16/02/2019 a Barragem de Mãe d’ Água tinha 33,56 milhões de metros cúbicos de água. Em maio de 2019 o manancial atingiu 57,46 milhões de metros cúbicos de água.

A Barragem de Mãe d’ Água teve, portanto, uma recarga de aproximadamente 23,9 milhões de metros cúbicos no período chuvoso de 2019.

Portal Ciência em Foco