sábado, 1 de junho de 2019

PM desarticula grupo envolvido em ataques a bancos no Sertão paraibano

A Polícia Militar desarticulou uma quadrilha que estaria envolvida nos ataques a bancos das cidades de São Bento e Bom Sucesso, localizadas no Sertão da Paraíba, nos dias 22 e 29 do mês de maio. O grupo, formado por três homens e uma mulher, foi localizado na mansão de luxo de um presidiário, na tarde de ontem (30), durante a ‘Operação Rotas’, na Zona Rural de São Bento.

Na residência, foi apreendida uma pistola e três carros. Um deles tinha todas as caraterísticas descritas por testemunhas da ação contra o banco de São Bento.

O grupo pode ter atuação interestadual, já que o presidiário que é dono da casa onde os acusados estavam escondidos, cumpre pena por tráfico de drogas e contrabando em um presídio no estado do Mato Grosso. Eles serão apresentados na Delegacia de Polícia, em São Bento.

Apenas um dos presos é paraibano, da cidade de Catolé do Rocha. Os outros são da cidade de João Dias, no Rio Grande do Norte.

A prisão do grupo teve apoio do Ministério Público e faz parte do plano de contingência que a Polícia Militar lançou para o Sertão, inclusive com reforço da estrutura logística para combater as quadrilhas. Novas armas de grosso calibre foram enviadas pelo comandante-geral para os policiais que atuam na região.

A Operação Rotas acontece também nas cidades de Igaracy, Aguiar, Itaporanga, Nova Olinda, Santana dos Garrotes, Pedra Branca, Boa Ventura, Diamante, São José de Caiana, Princesa Isabel, Manaíra, Tavares, Juru, Água Branca, Imaculada, Cajazeiras, São João do Rio do Peixe, São José de Piranhas, Carrapateira, Bonito de Santa Fé, Monte Horebe, Uiraúna, Poço Dantas, Triunfo, Santa Helena, entre outras.

paraibatododia