quinta-feira, 9 de maio de 2019

Museus brasileiros são os mais visitados da América Latina

Reprodução
A lista divulgada pela publicação especializada Art Newspaper, da Inglaterra, voltada para o mundo das artes, em abril, traz cinco museus brasileiros na lista dos 100 mais visitados no planeta em 2018. Desses, quatro são Centros Culturais Banco do Brasil (CCBB): Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo e Belo Horizonte. Completa o grupo o Instituto Thomie Otake, em São Paulo. É o maior número entre os países da América Latina. Da região, apenas o México, com um museu mencionado, está na lista. Os demais são da Europa, Ásia e América do Norte. Para Nelson Colás, diretor de Relações Institucionais da Feambra (Federação de Amigos de Museus do Brasil), o papel do CCBB é essencial. “Os motivos principais para a visitação foram os temas das exposições que gerou interesse nas quatro cidades. Vale destacar que são gratuitas. Lembramos que todo o ano o CCBB promove exposições relevantes, como Picasso, Jean-Michel Basquiat, entre outros. Essas mostras geram interesse que levam ao hábito da visitação”, afirma.Para Colás, não é possível comparar as médias de público com outros países, como EUA, França, Espanha. “Não dá para comparar o acervo do MET (Museu Metropolitano de Arte), do MOMA (Museu de Arte Moderna de Nova York), do Louvre, Prado, etc. São únicos”, opina.

FOTOS ANEXAS COM NOME DO FOTÓGRAFO

Imagens da exposição do Jean Michel Basquiat no Centro Cultural Banco do Brasil (Belo Horizonte - MG)


Imagens das exposições FILE e Ex Africa realizadas no Centro Cultural Banco do Brasil (Rio de Janeiro – RJ)



Fabiana Treu
Reprodução: oblogdepianco.com.br